Esgoto ‘invade’ casas no Paraíso

TRANSTORNO — O esgoto invadiu os cômodos das casas e inutilizou roupas, móveis e até colchões

Fezes e urina destruíram móveis, roupas e a paciência

Móveis contaminados foram retirados das residências imediatamente
Móveis contaminados foram retirados das residências imediatamente

Moradores de três residências do Jardim Paraíso, em Santa Cruz do Rio Pardo, tiveram um dia para esquecer na tarde de terça-feira, 3. Um problema na tubulação de esgoto da Sabesp fez com que o líquido invadisse as casas através de vasos sanitários e ralos. A sujeira e o mau cheiro obrigou as famílias a deixarem os imóveis por algumas horas, até que a própria Sabesp providenciasse a limpeza.
Funcionários da estatal paulista que estavam no local não quiseram dar maiores detalhes sobre o que causou o incidente, mas um dos encarregados disse que provavelmente foi uma pressão na tubulação de esgoto. “É raro, mas pode acontecer”, explicou.
E o problema é que voltou a acontecer na noite de anteontem, quando uma das casas foi novamente atingida pelo esgoto. Desta vez, nenhum funcionário da empresa explicou o motivo.
Na tarde de terça-feira, 3, era visível a desolação de moradores da rua Durval Gonçalves. Eles retiraram móveis, roupas e até brinquedos atingidos por uma lama de esgoto.
Segundo uma família que preferiu não se identificar, a Sabesp se comprometeu a pagar os prejuízos mediante apresentação de lista dos produtos danificados. O problema, porém, é o risco do constrangimento voltar a acontecer.

Sobre Sergio Fleury 1456 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate