Projeto Guri vai ocupar velho casarão de Onofre

SÍMBOLO — Antiga residência do ex-prefeito Onofre Rosa de Oliveira será a nova sede do Projeto Guri

Sérgio Fleury Moraes
Da Reportagem Local

O velho casarão da rua Conselheiro Antonio Prado ainda parece respirar a época em que tinha um ilustre morador, o ex-prefeito Onofre Rosa de Oliveira. Pelos inúmeros cômodos, estão móveis antigos, cristaleiras e até um piano cujo som indica a necessidade urgente de afinação. O instrumento musical, aliás, é, talvez, aquele que parece apontar para os futuros usuários do lugar: os alunos do Projeto Guri. Em semanas, a entidade cultural de Santa Cruz do Rio Pardo vai abandonar outro casarão localizado na mesma rua, a apenas duas quadras, para se instalar na antiga residência da família do ex-prefeito, onde haverá ainda mais espaço para a música.
O Guri funciona há anos em outro casarão, cujo contrato venceu e não será renovado pela prefeitura. Segundo o prefeito Otacílio Assis (PSB), a administração descobriu que o casarão de Onofre Rosa, que fica ao lado da prefeitura, estava sendo alugado e não perdeu tempo. “Este imóvel é bem maior e, além do Guri, também pode ser usado para acomodar outros departamentos do município”, explicou. Há alguns anos, aliás, um anexo do prédio foi alugado pela prefeitura para funcionamento do departamento de Recursos Humanos, que deve voltar ao mesmo espaço.
O prefeito revelou que em 2013, quando assumiu o mandato, o município esteve prestes a comprar o velho casarão de Onofre Rosa. O negócio só não deu certo porque a família queria o pagamento à vista. “Mas ainda não desistimos. Ao alugar o prédio, por exemplo, a prefeitura de Santa Cruz passa a ter preferência numa eventual venda”, afirmou.
O casarão, de fato, é maior do que a atual sede do Projeto Guri. Segundo Otacílio, haverá necessidade de pequenas obras para revestimento acústilo de salas para ensaio de grupos musicais.

História vitoriosa

O ex-prefeito Onofre Rosa
O ex-prefeito Onofre Rosa

O imóvel da rua Conselheiro Antonio Prado ainda lembra o estilo de vida do ex-prefeito Onofre Rosa, que morreu em 1995, quando era vereador, vítima de um tumor no estômago. O “Caboclinho”, como ficou conhecido um dos maiores líderes políticos da história de Santa Cruz, começou pobre, vendendo frangos. Pois em sua última residência Onofre parecia gostar de lembrar desta época, pois há um galinheiro no quintal. Em outro canto, existe um canil.
O casarão conservou características de construções antigas, como suítes enormes, algumas com banheiras, e forro alto, o que torna o imóvel arejado. O estilo certamente mostra que a casa era, em determinada época, uma verdadeira mansão.
Onofre Rosa de Oliveira governou a cidade em três períodos distintos — 1960-1964, 1969-1972 e 1983-1988 —, além de vereador por várias legislaturas. Em vida, nunca perdeu uma eleição municipal quando era o candidato.

Sobre Sergio Fleury 4567 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate