Acusado de estupro é encontrado morto

Um homem que estava sendo acusado de estuprar a enteada de 12 anos foi encontrado morto no domingo, 3, pela Polícia Militar de Bernardino de Campos. Ele se matou e estava sendo procurado após as denúncias de molestamento na criança.
Segundo a polícia, no local da ocorrência a equipe foi informada de que uma adolescente de 12 anos estaria sendo violentada pelo padrasto há mais de um ano. A mãe da menina relatou que desconhecia o fato, mas que naquele domingo o filho de 4 anos teria contado que o pai dele teria feito “carinho” na vítima — filha dela com outro homem.
Em seguida, a mulher teria discutido com o suspeito e a menina de 12 anos contou todos os detalhes e ainda confessou que estaria sendo abusada desde o ano passado, já que o padrasto fazia ameaças de morte.
A Polícia Militar foi acionada e homem, identificado como Elvis Roberto dos Santos Machado, 29, fugiu. Com a presença do Conselho Tutelar de Bernardino de Campos, os policiais começaram a registrar a ocorrência, quando receberam outra chamada dizendo que havia um corpo nos fundos de uma clínica veterinária, na rua Marechal Deodoro da Fonseca.
Era o mesmo homem suspeito do estupro. Segundo relatos de uma testemunha, ele teria saído da clínica para resolver alguns problemas particulares e, ao retornar ao local, havia encontrado o corpo de Elvis pendurado numa corda. O veterinário ainda disse aos policias que cortou a corda na tentativa de reanimar o homem, mas ele já estava sem vida. O Samu foi acionado e constatou a morte.

Despedida

O suspeito de ter estuprado a enteada de 12 anos gravou um áudio pelo aplicativo Whasapp antes de tirar a própria vida. Bastante nervoso, o homem disse na gravação que sua vida “tinha acabado”. Ele ainda orientou o filho a se tornar um “homem de verdade”. “Eu sabia que você iria fazer alguma coisa; você acabou com a vida do seu Pai! Seja um homem de verdade, não seja um pedaço de homem. Não caia na ladainha de qualquer mulher. Até nunca mais, o pai te ama”, foram algumas frases gravadas pelo suspeito.

Sobre Sergio Fleury 4567 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate