Em avenida sem iluminação, mãe e filhas são atropeladas

NO ESCURO — Moradores já alertaram sobre perigo da falta de luz

População critica o descaso da administração

Diego Singolani
Da Reportagem Local

Uma mulher e suas duas filhas foram atropeladas por um motociclista na noite de quarta-feira, 3, na avenida Rosa Pereira Nantes, Jardim Fátima, em Santa Cruz do Rio Pardo. Testemunhas relataram que a falta de iluminação da via teria contribuído para o acidente. As vítimas tiveram diversos ferimentos e foram encaminhadas pelo Samu até a Santa Casa, fora de perigo. Há meses o jornal vem denunciando o caso com a falta de iluminação numa importante avenida da cidade.
A mulher de 28 anos e suas filhas, de 7 e 4 anos, foram atingidas por um motociclista que seguia pela avenida que liga o bairro Nagib Queiroz ao Jardim São João. “Nós estávamos caminhando, quando a criança de 4 anos gritou e disse que tinha espinhos em sua roupa; a mãe dela parou ao lado da calçada para tirar e foi aí que apareceu a moto e nos atropelou”, disse uma das testemunhas, que também se envolveu no acidente, mas não se feriu.
A mulher ainda relatou que o grupo estava trafegando pela lateral da rua, pois há trechos sem calçadas, tomados pelo mato. “Moro no Jardim Fátima há mais de 10 meses. Todos os dias tem reclamações desta avenida. São veículos em alta velocidade, pessoas que se envolvem em acidente devido a escuridão”, afirmou.
O motociclista caiu com a batida, mas não se feriu. Ele também atribuiu o acidente à falta de iluminação na avenida. “O farol da moto não clareia muito. Quando eu percebi, já estava muito perto e não consegui evitar o acidente”, disse o jovem.

  • Publicado na edição de 07/07/2019
Sobre Sergio Fleury 4581 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate