ICMS de S. Cruz bate arrecadação de Assis

Nunca a cidade arrecadou tanto em sua
história, inclusive em impostos próprios

Sérgio Fleury Moraes
Da Reportagem Local

Embora seja uma cidade considerada de pequeno porte, Santa Cruz do Rio Pardo possui hoje uma das maiores arrecadações do Estado. Em alguns casos, como repasses do ICMS, o município supera cidades médias, de acordo com a classificação do IBGE — Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.
Os dados confirmam as informações de que Santa Cruz está experimentando um crescimento vigoroso na arrecadação desde 2014. Entre as justificativas estão o crescimento de indústrias — com destaque para o setor alimentício e de rações —, a alta do setor de construção civil, com a implantação de vários conjuntos habitacionais ou loteamentos particulares, e a cobrança de pedágios no município.
O ICMS, uma das mais fortes arrecadações dos municípios, apresenta índices extraordinários para Santa Cruz do Rio Pardo. Na semana passada, em consulta à secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, o município aparecia com uma previsão de repasse do imposto em julho em torno de R$ 3.457.061,15. O índice é significativo para um município do porte de Santa Cruz, com menos de 50 mil habitantes.
No mesmo mês, a estimativa de arrecadação do ICMS para Assis, município com mais de 103 mil habitantes e considerado de porte médio, é de 3.050.098,91. Ou seja, menor do que Santa Cruz.
Já Ourinhos, também de porte médio e com uma população de 112 mil habitantes, a estimativa do ICMS para julho é de 3.882.879,41 — apenas R$ 425.818.26 a mais do que Santa Cruz do Rio Pardo.
Apesar da recessão econômica, a própria prefeitura de Santa Cruz do Rio Pardo divulgou números animadores do total da receita do município. Até maio deste ano, por exemplo, com dados já compilados e fechados, o total da arrecadação passou de R$ 70 milhões. Em todos os cinco primeiros meses de 2019 houve um aumento constante nos recursos, com destaque para janeiro, quando se arrecadou quase R$ 2 milhões a mais do que o previsto.
De acordo com o balanço contábil da prefeitura de Santa Cruz do Rio Pardo, a estimativa de arrecadação até maio deste ano, segundo o orçamento municipal em vigor, era de R$ 63.065.504,29. Entretanto, o prefeito Otacílio Parras (PSB) teve à disposição R$ 70.744.106,18, quase R$ 7 milhões a mais.

  • Publicado na edição impressa de 14/07/2019
Sobre Sergio Fleury 4474 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate