DICAS – Edição de 28/07/2019

Cheiro de Pizza
O vereador Murilo Costa Sala (SD) vai apresentar um requerimento na sessão de amanhã pedindo informações à prefeitura sobre o andamento da perícia contratada para apurar o valor do desfalque praticado pela ex-tesoureira Sueli Feitosa. O contrato com o contador Gilberto Cordeiro já foi renovado quatro vezes e ainda não se sabe ao certo qual o montante desviado dos cofres públicos. Segundo consta, a Polícia Civil e o Ministério Público aguardam essa informação para a conclusão do primeiro inquérito do caso, de 2016, e para a apresentação da denúncia contra Feitosa e seus familiares. A investigação sobre a suposta participação de agentes políticos no desfalque é sigilosa.

Aniversário?
É impressionante que o maior caso de corrupção da história de Santa Cruz do Rio Pardo pode comemorar seu terceiro aniversário, em dezembro, sem sequer ter alguém processado. O governo de Otacílio Parras, por sinal, nem sabe ao certo quanto foi surrupiado pelo esquema criminoso que, segundo as investigações, vinha desde o governo de Adilson Mira. A que ponto chega o controle do dinheiro público!…

Povo sem voz
Em parecer sobre as contas do prefeito Otacílio Parras, que serão votadas amanhã, o procurador da Câmara, João Luiz de Almeida Júnior, apontou como uma das falhas de gestão a falta de diálogo do governo com a população. Ele cita que as audiências públicas, quando existem, ocorrem durante o horário comercial, dificultando a participação dos trabalhadores. Além disso, afirma que não existem relatórios com a avaliação dos munícipes sobre os serviços e obras da administração, bem como sobre as reais necessidades dos moradores.

Perigo
A autoridade do trânsito de Santa Cruz do Rio Pardo precisa passar pela rua Catarina Umezu, na quadra entre a José Amorim Ribeiro e José Ephifânio Botelho, nas imediações do supermercado Avenida. O trecho virou mão única há algum tempo, mas muitos motoristas ainda estão confusos. Qualquer hora, pode acontecer um estrago.

E aí?
A Câmara de Santa Cruz parece estar protelando o caso da devolução de parte dos salários pagos irregularmente aos vereadores que faltaram a sessões solenes e extraordinárias. A demora sugere omissão.

Saída
A unidade do Sest/Senat de Santa Cruz do Rio Pardo, mantida pela Federação das Empresas do Transporte, deve fechar suas portas e ser transferida para Ourinhos. O órgão funciona na área do Posto Cruzadão, na rodovia Orlando Quagliato.

Causando ciúmes
O vereador Luciano Severo conversou animadamente com o advogado João Nantes, durante a cerimônia de entrega de comenda ao frei Cardoso, na última quinta-feira. Virtual candidato a prefeito e sem vice definido, Severo provocou olhares curiosos sobre Nantes, que sempre foi visto como um político em potencial.


‘Coisas de Política’

Três em um

Na Câmara Municipal daquela pequena cidade, um senhor muito bem vestido, portando uma maleta executiva, apresentou-se à recepcionista, pedindo para falar com o presidente da Casa. A moça analisando o visitante, fez a seguinte pergunta:
— Por acaso o senhor é vereador, cobrador ou amigo do presidente?
— Bem, responde o homem — para dizer a verdade, sou as três coisas.
— Então neste caso, façamos o seguinte: Como vereador, o presidente está em reunião e não pode atendê-lo. Como cobrador, ele está de férias e viajou… Por fim, como amigo do nosso presidente o senhor pode dirigir-se àquela porta e entrar… Sem bater!
Colaboração: Oldack Roder (S. Pedro do Turvo)

Sobre Sergio Fleury 4474 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate