Anatel fecha rádio de Abelardo Camarinha em Marília

Abelardo Camarinha era sócio da ‘Rádio Clube Vera Cruz’, a 950 AM

Emissora era considerada clandestina

André H. Fleury Moraes
Da Reportagem Local

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) fechou, em julho, a Rádio Clube Vera Cruz, da qual o ex-deputado Abelardo Camarinha — nascido em Santa Cruz do Rio Pardo e cujo filho é o deputado estadual Vinicius Camarinha (PSB) — era um dos sócios. A informação foi publicada no site “Hora H Notícias”.
O fechamento aconteceu em função de irregularidades no funcionamento do prédio. A rádio deveria operar em Vera Cruz — conforme estabeleceu a concessão –, mas era transmitida em Marília clandestinamente. A operadora usava o nome fantasia “950 AM”.
Além disso, segundo o site, a concessão também estava vencida desde 2003. O prédio em que a 950 AM operava está localizado na Avenida Sampaio Vidal, no centro de Marília.

Irregularidades

Apesar de o fechamento ter ocorrido por problemas no cumprimento da concessão, a rádio 950 AM também é acusada de irregularidades por parte de Camarinha quando ele ainda era deputado. O processo tramita no Tribunal de Contas da União e envolve, também, outra agência.
Segundo consta, Camarinha repassou verbas parlamentares para a empresa da qual foi sócio, o que configura uso irregular da verba — mas não favorecimento pessoal, de acordo com o relator do processo.
O ex-deputado também repassou verbas parlamentares a outra empresa, a Agência Wilson Mattos Promoções Artísticas, cujo proprietário é seu sócio na Rádio Clube.

  • Publicado na edição impressa de 04/08/2019
Sobre Sergio Fleury 4458 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate