PM prende suspeito de atear fogo em área de preservação ambiental

CHAMAS — Fogo se alastrou rapidamente pelas folhas secas

Um homem cujo nome não foi divulgado foi preso na noite de terça-feira, 27. Ele é suspeito de ter ateado fogo em uma área de proteção ambiental no Jardim Paulista, em Santa Cruz do Rio Pardo.
A denúncia foi feita pelos próprios moradores, que encontraram o rapaz agachado no meio da mata.
“Ele tentou correr e fugir, mas conseguimos segurá-lo”, disse uma mulher que presenciou o fato.
Outras duas mulheres testemunharam o momento em que o homem ateou fogo no local.
O fogo rapidamente se alastrou, uma vez que o rapaz incendiou folhas secas.
O Corpo de Bombeiros teve bastante trabalho para combater as chamas, sendo necessários 10 mil litros d’água.
A Polícia Militar também esteve pelo local e encontrou porções de maconha com o rapaz.
O homem, que é ajudante de pedreiro, chegou a resistir à prisão e proferiu xingamentos a moradores e PMs.
Três áreas foram afetadas pelo fogo. Duas, próximas ao ribeirão São Domingos e, outra, na região da construção de uma creche, que está abandonada, no Jardim Paulista.

  • Publicado na edição impressa de 1º/09/2019
Sobre Sergio Fleury 4589 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate