Concurso premiou a beleza da melhor idade

Antônia ganhou pelo segundo ano consecutivo o título de rainha

‘Miss e Mister Reviver’ elegeu
os mais garbosos acima dos 60

EM FAMÍLIA — O casal Neli e José foram eleitos princesa e rei do Reviver

Diego Singolani
Da Reportagem Local

Na noite de segunda-feira, 30, foi realizado no salão de festas da Associação Comercial e Empresarial (ACE) de Santa Cruz do Rio Pardo o concurso “Miss e Mister Reviver II”, que contou a participação de 20 candidatos — sendo 14 mulheres e seis homens — com idades entre 60 e 85 anos. Antônia Pegorer da Silva, 75, foi escolhida a rainha e José Roberto Bottaro, o rei. O evento contou ainda coma apresentações musicais.
O Reviver é um projeto de convivência para pessoas acima dos 60 anos de idade desenvolvido pela secretaria de Assistência Social de Santa Cruz. Os participantes realizam atividades lúdicas, passeios e cursos. Até o ano passado, a unidade do Reviver II, localizada no Jardim Brasília, realizava o concurso de beleza da melhor idade internamente, apenas para os membros. Neste ano, a ideia foi transformar o evento em uma grande celebração para os amigos e familiares e abri-lo para o público em geral. Além do rei e rainha, os jurados também escolherem a princesa, Neli Basseto, e o príncipe, José Benedito Gonçalves.
José Roberto Bottaro se aposentou em maio deste ano e há dois meses frequenta o Reviver. Ele disse que o título de rei foi uma grata surpresa e que, mesmo aos 65 anos, faz questão de manter a vaidade e a forma. “Não pode ficar parado. Apesar de comer muito, sempre faço minhas caminhadas”, afirmou. Na casa de José, a comemoração foi tamanho família, já que sua esposa, Neli Basseto, também foi premiada. “É um sentimento maravilhoso. Quando a gente acha que já não vai acontecer mais nada, surge algo assim. Estou muito contente”, disse Neli.
A rainha do Reviver deste ano já tinha experiência de passarela. Antônia Pegorer da Silva ganhou o concurso no ano passado como rainha, além de vencer na categoria elegância. “O sentimento é de satisfação. Mexe com o ego da gente, a família toda se envolve, é muito gostoso”, disse. 

  • Publicado na edição impressa de 06/10/2019
Sobre Sergio Fleury 4727 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate