Ex-zagueiro da Esportiva, Celinho é anunciado como novo técnico do time

PREPARAÇÃO — Celinho com Fábio Carile, do Corinthians, em curso na CBF

Ele já disputou quatro temporadas pela
Santacruzense; agora, busca espaço como treinador

Diego Singolani
Da Reportagem Local

O ex-zagueiro Jusselio Donizete da Silva, conhecido como “Celinho”, deixou boas recordações nos torcedores da Associação Esportiva Santacruzense durante sua passagem pelo clube no final dos anos 2000. Após quatro temporadas como atleta, ele retorna ao “Tricolor”, desta vez, como técnico. Celinho comandará a Esportiva em 2020 e se diz preparado para o se firmar na função de treinador.
Natural de Cerquilho-SP, Celinho é casado e tem dois filhos. Começou a carreira no Paulista de Jundiaí e teve seu momento de maior notoriedade defendendo as cores do Esporte Clube Santo André, onde foi campeão da Taça São Paulo (2003), Copa Paulista (2003), Copa do Brasil (2004), além de um vice-campeonato brasileiro da série C (2003). No exterior, se aventurou no futebol boliviano e chegou a disputar uma Taça Libertadores da América pelo “Jorge Wilstermann”, em 2011.
Sua chegada em Santa Cruz do Rio Pardo foi em 2006. Ao todo, ele disputou quatro temporadas pelas Santacruzense. “O ano de 2008 foi o mais difícil, porém, nos demais, fizemos excelentes campanhas”, relembra Celinho. O ex-zagueiro afirma que criou laços profundos com o time e a cidade. “Eu não quero misturar as coisas, mas eu sou torcedor da Esportiva. A cidade me marcou, os jogos me marcaram, a torcida, então, nem se fala. Eu vim atrás de uma indicação e fiquei”, disse.
Mal havia encerrado a carreira como atleta, em 2013, na Bolívia, e Celinho já tinha definido seu plano de se tornar treinador. “Eu ainda era jogador, mas já tinha minhas anotações, análises de jogos, perguntava para treinadores e preparadores físicos a respeito dos trabalhos, pois eu já sabia que queria ser técnico”, diz. Celinho fez o curso para treinadores da CBF, além de estágios no Atlético Goianiense, Ponte Preta e times da Argentina. Fez capacitação no Rio Claro e este ano foi auxiliar técnico do Sub 20 do Novo Horizontino.

Expectativa Tricolor

Celinho foi anunciado na semana passada como o novo técnico da Esportiva, mas ainda não assumiu o posto. Ele conta que através de algumas indicações de amigos houve um contato com o presidente “Galego”, que gostou das suas ideias. “Já estamos trabalhando na montagem do elenco. Dando muita importância para a base. Temos parceiros que são fortes dentro do futebol referente a atletas, então, eu já estou trabalhando”, declarou Celinho.
O novo treinador diz que é preciso resgatar o apoio da torcida, que, segundo ele, sempre foi um diferencial da Santacruzense. “E isso se faz somente sendo campeão. Quantos acessos teve a Esportiva e voltou a cair? Então temos que reestruturar, montar uma boa equipe para chamar o principal apoiador da esportiva, que é o torcedor. Sem promessas, porém com grande expectativa. Quero a Esportiva sempre grande e forte”, diz Celinho. 

  • Publicado na edição impressa de 20/10/2019
Sobre Sergio Fleury 5182 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate