Aposta política é um risco para Diego Singolani como candidato

Diego Henrique Singolani é o candidato do grupo de Otacílio a prefeito

Não há uma certeza de que ex-secretário vai
conseguir equilibrar hospital em alguns meses

André H. Fleury Moraes
Da Reportagem Local

Pré-candidato a prefeito desde agosto do ano passado, quando seu nome foi anunciado por Otacílio Parras (PSB), o ex-secretário de Saúde Diego Singolani sabe que assumir a gestão da Santa Casa é uma função potencialmente de risco em ano eleitoral. Ele tanto pode sair da “aventura” consagrado como aquele que reestruturou o hospital, como também o responsável pela manutenção do quadro de crise, em caso de insucesso. É por isso que Diego tem insistido que aceitou ser o administrador sem qualquer viés político.
No entanto, não há dúvidas de que sua candidatura será pautada pelas atuações na secretaria da Saúde e na Santa Casa de Misericórdia. No hospital de Santa Cruz, o prazo para demonstrar alguma mudança será curto, já que Singolani precisa se desincompatibilizar no início de junho — deixar o cargo.
Antes da intervenção, o ex-secretário havia deixado seu perfil pessoal no Facebook para inaugurar a página “Diego da Saúde”. O objetivo é compartilhar “experiências da vida profissional” já como pré-candidato a prefeito. A página conta com pouco menos de duas mil curtidas e, até o final do ano passado, as publicações não eram tão frequentes — em média, a cada dois ou três dias. Em 2020, obviamente, a expectativa é de que seja bem mais ativa.
Na verdade, Diego Henrique Singolani é bem avaliado pela população como secretário de Saúde. No cargo, “humanizou” mais o setor, apesar das deficiências, e conseguiu implantar o projeto do Centro de Saúde da Mulher, que será inaugurado ainda no primeiro semestre.
Mas nada se compara ao desafio de administrar o rombo da Santa Casa de Santa Cruz, mesmo que em um curto período. O hospital conta com uma dívida que ultrapassa os R$ 5 milhões e o déficit mensal é maior do que o anunciado pela diretoria anterior, estimado em nada menos do que R$ 470 mil.



Alvim é a nova secretária de Saúde. Pelo menos por enquanto…

Rosângela Alvim assume
secretaria interinamente

A enfermeira Rosângela Alvim assume nesta segunda-feira, 13, a secretaria de Saúde de Santa Cruz do Rio Pardo. Segundo o prefeito Otacílio Parras, ela vai ocupar o cargo interinamente até que um novo secretário seja nomeado.

Ainda existe a possibidade da secretaria de Saúde ser “loteada” pelo prefeito para fins eleitorais, uma vez que em outubro haverá a escolha do futuro prefeito. Ainda não está descartada a hipótese de Otacílio nomear o ex-vereador Leandro Mendonça como secretário de Saúde. 

  • Publicado na edição impressa de 12/01/2020
Sobre Sergio Fleury 5331 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate