DICAS – Edição de 22/03/2020

Temor
Mais do que o coronavírus, assessores do primeiro escalão do governo municipal perderam o sono nos últimos dias. O prefeito Otacílio Parras (PSB) confirmou que vai promover exonerações nos próximos dias, tudo em nome do combate à pandemia mundial. O chefe do Executivo avalia que a cidade vai enfrentar um período difícil, inclusive com os cofres públicos vazios. Acostumado a governar literalmente com dinheiro vazando pelo ladrão, é nesta hora que Otacílio vai ter de demonstrar sua habilidade como gestor. Reduzir o quadro de assessores, enfim, é a primeira boa medida.

Eleições
A Câmara Federal estuda a possibilidade de adiar as eleições municipais por causa do coronavírus. O presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, diz que “é muito cedo para afirmar qualquer coisa”. Se a proposta for adiante, certamente vai alegrar Otacílio Parras (PSB). Apaixonado pelo poder, já disse, por exemplo, que ele mesmo seria o melhor nome para comandar a intervenção na Santa Casa.

Na mira
Uma pessoa já foi ao Ministério Público para denunciar a venda suspeita de terrenos do BAC ao prefeito Otacílio Parras. A informação é oficial. Mas há outras na fila…

Retirou
Conforme informou ao jornal há semanas, o vereador Luciano Severo (Republicanos) retirou definitivamente seu projeto que previa isenção do IPTU a proprietários de imóveis atingidos por catástrofes. Ele alegou dúvidas durante o período eleitoral. Mas o fato é que, nestes tempos tenebrosos, fatalmente o projeto seria vetado pelo prefeito Otacílio.

Nem vai notar
Não é muita coisa a decisão da Câmara de cortar o público durante as sessões legislativas. Afinal, somente meia dúzia de gatos pingados costuma acompanhar as reuniões. Assim, somente a imprensa vai lamentar a proibição de comparecimento.

Definição
A “janela partidária”, período no qual os vereadores podem mudar de partido e os pré-candidatos devem se filiar, termina no dia 2 de abril. É a partir daí que o quadro eleitoral de Santa Cruz terá uma definição. Espera-se para os próximos dias, por exemplo, o anúncio da candidatura do vereador Luciano Severo (Republicanos) a prefeito.

Sem efeito
Se Otacílio Parras queria programar uma série de inaugurações no primeiro semestre para impulsionar eleitoralmente seu grupo político, o coronavírus praticamente anulou o plano. Como aglomerações estão proibidas, não haverá nenhuma inauguração festiva.

Cenário diferente

A “Feira da Lua”, tradicionalmente realizadas às quartas-feiras na praça Carlos Queiroz, foi suspensa por um decreto em tempos de coronavírus. Na semana passada, só foram autorizadas poucas barracas para venda exclusiva de alimentos. A praça ficou vazia.



‘Coisas de Política’

Problemas

Aquele vereador chegou a pé para a sessão da Câmara, mostrando sua irritação. Quando perguntado sobre o carro, respondeu:
— Minha mulher sempre precisou dele. O pior é que, sempre que ela dirige, acaba acontecendo algum estrago no veículo.
Passados alguns minutos, ele recebe uma ligação pelo celular. Era a sua mulher.
— Querido… Pode vir me buscar? Tive um problema com os freios do carro.
E o vereador pergunta, tentando esconder a irritação:
— Onde você está, meu bem?
— Aqui, dentro da farmácia do Paulinho…
— E o carro?
— Também está aqui dentro, querido… Junto comigo!
(Colaboração: Oldack Roder (S. Pedro do Turvo)

Sobre Sergio Fleury 5535 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate