Murilo propõe moção de repúdio à operadora Vivo

O vereador Murilo Sala (Podemos) diz que o serviço da Vivo é de "péssima qualidade"

Repúdio será votado nesta segunda
e deve ser encaminhada à Anatel

O vereador Murilo Sala (Podemos) apresentou uma moção de repúdio contra a Vivo, empresa do ramo telefônico que opera linhas fixas e de celulares em Santa Cruz do Rio Pardo e região. Segundo Murilo, há constantes falhas nos serviços de comunicação telefônica e de sinais de internet.

De fato, o sinal da Vivo em Santa Cruz está irritando quem usa telefone móvel. Hoje, é muito difícil o usuário conseguir terminar uma ligação sem que ela caia sem motivo aparente. Há anos, a Justiça determinou que as operadoras não podem cobrar por uma segunda ligação quando a primeira foi interrompida por motivos técnicos antes dos primeiros três minutos de conversa. O problema é que o usuário não tem como fiscalizar esta situação na conta mensal.

O documento de Murilo propõe um “voto de veemente repúdio” para maneira com que a Vivo administra os serviços em Santa Cruz do Rio Pardo.

Ao lembrar as constantes falhas e interrupções nos sinais de telefonia e internet — através do “speedy” —, Murilo Sala disse que o serviço “é de péssima qualidade”.

Caso a moção de repúdio seja aprovada, Murilo solicitou que o documento seja encaminhado à própria operadora de telefonia e à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), para que “tenham ciência e tomem providências”.

  • Publicado na edição impressa de 29/03/2020
Sobre Sergio Fleury 5792 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate