Reajuste salarial beneficia também os comissionados; só agentes ficam fora

Vereadores aprovaram emenda de João Marcelo Santos (DEM), que excluiu do aumento apenas os agentes políticos

Prevaleceu emenda de João
Marcelo Santos (DEM), excluindo
somente os agentes políticos

A Câmara de Santa Cruz do Rio Pardo aprovou na noite desta segunda-feira, 30, projeto do prefeito Otacílio Parras (PSB) que concede aumento salarial de 4,01% aos servidores municipais. O vereador Luciano Severo (Republicanos) decidiu retirar sua emenda que excluía os comissionados e agentes políticos do benefício, logo após se reunir com as bancadas durante uma interrupção da sessão.

Com isso, prevaleceu uma emenda do vereador João Marcelo Santos (DEM), que excluiu apenas os agentes políticos (prefeito, vice e secretários). A proposta foi aprovada por unanimidade. Assim, os comissionados e funcionários em função de confiança terão direito ao reajuste de 4,01%.

João Marcelo Santos disse que os cargos comissionados “são técnicos e necessitam de pessoas capacitadas”. Para ele, deixar os salários defasados, sem o reajuste da inflação, pode significar uma dificuldade da administração em encontrar pessoas para estes cargos. “Não são salários altos”, garantiu.

Severo anunciou a retirada da emenda logo após outra breve interrupção da reunião. Como a sessão não tem público, em virtude da pandemia de coronavírus, não houve uma explicação detalhada sobre a manutenção dos comissionados entre os beneficiados com o reajuste. A transmissão pelo Youtube é falha e “pula” em alguns momentos.

Apenas o vereador Cristiano de Miranda (PSB) disse que a emenda de Luciano Severo, que acabou sendo retirada pelo autor, poderia ser “um equívoco”, pois iria prejudicar os funcionários do setor de Saúde.

João Marcelo disse que não pode haver distinção de reajuste entre comissionados e efetivos. No entanto, a Câmara de Ourinhos aprovou, na semana passada, um reajuste apenas para servidores concursados. Todos os demais comissionados e agentes políticos não receberam o benefício.

Sobre Sergio Fleury 5792 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate