Special Dog e ONG Rio Pardo Vivo se unem para campanha

No ano passado, alunos das escolas de Santa Cruz já participaram do projeto

Criado em 2014 pela ONG “Rio Pardo Vivo”, o “Programa Óleo Amigo” ganhou o apoio da Special Dog Company. O objetivo da campanha é realizar a coleta e destinação correta do óleo vegetal utilizado em residências e empresas de Santa Cruz do Rio Pardo, evitando o descarte na rede de esgoto.

O gerente de Desenvolvimento de Sustentável da Special Dog, João Paulo Figueira, destacou que “está no DNA da empresa o envolvimento em ações de responsabilidade socioambiental”. Ele elogiou o trabalho realizado há anos pela ONG em Santa Cruz.

A fabricante de alimentos para cães e gatos dará suporte de comunicação ao programa, criando uma identidade visual mais moderna, reformulando o planejamento, entre outras ações. O objetivo é que a comunicação dos benefícios do “Programa Óleo Amigo” seja ainda mais efetiva, impactando um número cada vez maior de pessoas.

“Quando autores diferentes da sociedade unem forças em torno de um objetivo comum, todo mundo ganha e o propósito é realizado. Empresas privadas, setor público e ONGs devem sempre atuar em conjunto para gerar um impacto positivo na sociedade”, completa João Paulo. O projeto visa impedir que o óleo utilizado na preparação de alimentos nas residências, bares, restaurantes e empresas seja descartado de forma incorreta na rede de esgoto, contaminando rios e o lençol freático.

Parte do material arrecadado em 2019; campanha deste ano ganhou reforço

“Quando o óleo chega às redes de esgoto, isso encarece o tratamento dos resíduos em até 45% e o que permanece nos rios provoca a impermeabilização dos leitos e terrenos, contribuindo para que ocorram as enchentes. Também evitamos que esse material entupa canos e vedações do sistema de saneamento básico”, explica Luiz Carlos Cavalchuki, fundador da ONG Rio Pardo Vivo.

O programa realiza a coleta de, em média, 1.100 litros de óleo vegetal residual por mês.

Em 2019, foram arrecadados cerca de 13 mil litros. Além do posto de coleta na sede da Associação Sabesp (na Rua Pedro Manoel de Andrade, 219), o projeto também possui parceria com as escolas municipais da cidade, que armazenam o material que os alunos arrecadam em suas casas e nas residências vizinhas.

“Realizamos um forte trabalho de conscientização nas escolas, com palestras de educação ambiental, distribuição de folders e gibis, além do sorteio de tablets para as unidades com maior quantidade de coleta”, conta o fundador da ONG.

Como incentivo à colaboração, a cada quatro litros de óleo usado, tanto os alunos quanto os voluntários que entregam o material na Sabesp recebem 900 ml de óleo novo.

Todo o material é encaminhado à empresa ADN Biodiesel, localizada em Agudos (SP), que o transforma em novos produtos biodegradáveis, como o éster vegetal, desmoldante e desengraxante.

“Foi a forma que encontramos de minimizar o impacto ambiental e melhorar as condições e qualidade de vida da população”, diz Luiz Carlos.

Sobre a parceria com a Special Dog Company, Luiz reforça que será um apoio importante. “É uma empresa que se preocupa com os impactos ambientais e, por se tratar de uma companhia de grande porte, dará bastante visibilidade ao projeto”, finaliza. 

 

  • Publicado na edição impressa de 6 de agosto de 2020