Diva Fernandes

A era moderna da Zumbilândia

Coluna de Diva Fernandes

A era moderna da Zumbilândia

Publicado em: 24 de maio de 2023 às 17:58

Na madrugada de silenciosa poesia; no amanhecer de luz que lança os raios do sol tal sinais de uma esperança tênue, mas certeira; no entardecer emoldurado do dourado que se desenha no firmamento azul; na cálida garoa fina ou na chuva tempestuosa que troveja sem parar, o escritor tece suas palavras, enviesando por becos que só ele conhece e ali reconhece sua história.

As frases compostas, formadas incorruptíveis e memoráveis definem o encontro com o leitor que acolherá esta magia, feito as moiras que tecem a linha do destino de cada ser vivente no sagrado universo dos deuses. A arte da qual é constituída a alma do escritor remete à continuidade da vida, numa linha que despida do barulho ensurdecedor do mundo fora de si, torna-se apta ao sussurrar da criação desvendada nos seus personagens, habilitando-os ao despertar de almas silenciadas, prontas para interagir.

A arte de escrever é muito mais do que criar vidas, trata-se de criar asas, vasculhando o imaginário do leitor como personagem frontal, guardião das palavras escritas e do remo que gira a história.

A alma do mundo atravessa os rios da história caminhando na busca da realização perfeita, conquanto, insatisfeitos os humanos nutridos de desejos, não raro, burlescos, demonstrando o dilacerar de sentidos nobres adquiridos na maestria poética do tempo.

Eis que no ressoar da fera que habita a simplicidade do ser, deste ser que cria asas na magia do escrever, surge a era moderna da zumbilândia. Assim descrevo o nome para o recém-chegado chatgpt.

Onde dantes viajava o pensamento incansável do escritor, ora, toca-se num botão, numa atividade fria, inusitada, e, possivelmente, nociva, fazendo surgir na tela o raciocínio elaborado. Ainda que pesem as bem-aventuranças da evolução tecnológica, sobretudo nos cuidados com a própria vida, padece a humanidade ao dispor de um programa desafiadoramente capacitado na execução de tarefas que fogem dos limites da gestão de estereótipos.

Haveria um interesse na evidente negligência do pensamento, do raciocínio crítico, da criação intelectual? O benefício compensa o risco na era moderna da zumbilândia?


Diva Fernandes

Diva Fernandes

Escritora nascida em Espírito Santo do Turvo, é autora dos livros “Marcas do Chumbo – A História do Menino David” e “Ave Lux! Salve Luz! Vozes da História a Serviço da Fé"


PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Terça

Períodos nublados
30ºC máx
17ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,39

VENDA

R$ 5,39

MÁXIMO

R$ 5,39

MÍNIMO

R$ 5,39

COMPRA

R$ 5,26

VENDA

R$ 5,58

MÁXIMO

R$ 5,42

MÍNIMO

R$ 5,42

COMPRA

R$ 5,80

VENDA

R$ 5,85

MÁXIMO

R$ 5,83

MÍNIMO

R$ 5,79

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo