Maurício Ferreira: apaixonado por vinhos

Seja infiel!

Coluna de Mauricio Azevedo Ferreira

Seja infiel!

Publicado em: 09 de junho de 2023 às 01:53

Prosseguimos na nossa missão de garimpar e fazer uma boa compra de vinhos em supermercado. Na semana anterior já apresentamos algumas dicas e alertas.

A grande maioria dos vinhos finos consumidos no Brasil são importados e pelo menos quatro países oferecem vinhos com uma boa relação qualidade/preço. Chile e Argentina já são do conhecimento de todos, mas Portugal e Espanha também têm desembarcado no Brasil ótimos vinhos por preços acessíveis. O melhor é que Portugal e Espanha possuem várias regiões produtoras, com diversos estilos de vinhos, e, com certeza, você vai encontrar um que lhe agrada, sem esquecer que mesmo o rótulo espanhol é fácil de entender. Mas, caso queira saber mais sobre o tema, procure em meu canal no YouTube o vídeo: “Vinhos Espanhóis. É fácil de entender os rótulos” - https://youtu.be/4FpuW05kNn8

Mas não se pode esquecer do nosso Brasil. Constatação minha, em razão da alta do dólar, os vinhos brasileiros ficaram mais competitivos em relação aos importados, principalmente das grandes vinícolas, que conseguem baratear os custos devido à grande produção, mas sem perder a qualidade. Então vamos garimpar.

É óbvio: Leia atentamente o rótulo do vinho, pois ele traz muitas informações. O nome do produtor, a safra, teor alcoólico, às vezes o nome da uva. No contrarrótulo você pode também encontrar notícia sobre eventual passagem do vinho por barrica de carvalho ou alguma característica especial da forma como foi produzido. Caso fique curioso com um rótulo, mas tem dúvida se vai levar, tire uma foto e, em casa, pesquise com calma sobre o vinho e o produtor na internet e, quem sabe, na próxima vez você leva a garrafa.

Importante! Principalmente em vinhos da Europa, verifique se, além do país, o rótulo indica a região onde foi produzido. Isto chama-se Indicação Geográfica, que pode ser de dois tipos, Indicação de Procedência (I.P.) e Denominação de Origem (D. O.). Uma Indicação de Procedência é uma grande região produtora. Já uma Denominação de Origem é, geralmente, uma região menor, onde produtores têm que cumprir mais exigências para que possam colocar o nome desta região no rótulo. Por isto, ao comprar um vinho de uma D.O. temos a garantia de que ele foi produzido observando os requisitos da região.

Cuidado com vinhos do velho mundo muito baratos, pois podem ter sido produzidos em qualquer país da Europa. Às vezes as uvas são colhidas em um país e transportadas para outro, onde o vinho é elaborado. Neste caso, nem consta o nome do país, mas aparece simplesmente o símbolo da União Europeia. Um vinho europeu que é vendido no Brasil por R$ 30,00, deve ter custado no produtor em torno de 1 Euro, pouco mais de R$ 5,00. Com certeza não se pode esperar muito de um vinho deste.

As grandes redes de supermercado se tornaram um dos maiores importadores e são responsáveis por boa parte do volume do vinho comercializado no país. Estas redes possuem marca própria ou linha própria de vinhos que sempre são mais em conta que os demais. Como compram em grande volume, podem vender mais em conta. Sem esquecer que estes vinhos sempre entram em promoção, pois a rede tem maior liberdade de negociação. Então, caso você compre em uma grande rede de supermercados, descubra quais são os vinhos de importação própria.

Vinho não é Coca-Cola, que toda garrafa tem o mesmo gosto. Existem milhares de uvas e centenas de estilos de vinhos produzidos nas mais diversas regiões do planeta. Por isso, eu o desafio a não ficar no mesmo tipo de vinho ou, o que é pior, no mesmo rótulo. Seja infiel! Mude constantemente e prove novas uvas, novas regiões e novos produtores. Não tenha preconceito com vinhos brancos e rosé. Hoje, muitos supermercados possuem uma seção separada somente para estes vinhos, o que ajuda muito na escolha e na comparação. Se me perguntam: “Você repete rótulo”. Respondo: “É raro”. Mas, como estou sempre variando, não há problema algum em repetir algum rótulo, pois esta repetição é exceção. Por exemplo, eu amo espumantes, principalmente os de Altos de Pinto Bandeira e, como nesta Denominação de Origem há somente quatro vinícolas, acabo vez ou outra repetindo rótulo.  

Quer aprender mais sobre vinhos? Acesse meu canal no YouTube: youtube.com/apaixonadoporvinhos.


Maurício Ferreira: apaixonado por vinhos

Maurício Ferreira: apaixonado por vinhos

Por Mauricio Azevedo Ferreira, Promotor de Justiça aposentado que transformou uma paixão em atividade, dedicando-se ao ensino sobre vinhos. É responsável pelo conteúdo da página no Facebook, do perfil no Instagram e do canal do YouTube Apaixonado por Vinhos, além de ministrar cursos. É certificado pela WSET — Wine & Spirit Education Trust, nível 3, e FWS — French Wine Schollar.


SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Segunda

Céu limpo
28ºC máx
13ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,57

VENDA

R$ 5,57

MÁXIMO

R$ 5,61

MÍNIMO

R$ 5,54

COMPRA

R$ 5,43

VENDA

R$ 5,77

MÁXIMO

R$ 5,63

MÍNIMO

R$ 5,57

COMPRA

R$ 6,06

VENDA

R$ 6,07

MÁXIMO

R$ 6,11

MÍNIMO

R$ 6,03
voltar ao topo

Voltar ao topo