Ourinhos | André Rosil

Sobre o olhar e a vida

Coluna de André Rosil

Sobre o olhar e a vida

Publicado em: 30 de julho de 2022 às 06:05

Então foi assim que eles se conheceram. Duas gerações separadas, mas que agora, devido às economias que a prefeitura precisou fazer, se reencontraram. O avô foi recrutado e colocado de volta para trabalhar em uma praça junto com seu neto.

— Vovô, é você?

— Sim, meu filho, a gente é parecido demais, não é?

— O senhor acha, vô?

— Claro, por que não?

— Ué, eu não levo escrito nome de nenhuma funerária na pele.

— Eu sei moleque, mas olha o seu formato. É mais tortinho mas deixa de ser um Concreto.

Ambos se olhavam enquanto anoitecia. A conversa durou até o ponto de o neto ver algo inusitado até então.

— Vovô. Está tudo bem? O senhor ainda aguenta?

— Claro, meu querido. Fui feito para isso.

— Mas comigo, que sou mais novo, isso nunca aconteceu. O que sempre sinto são bundas, alguns pés, bolsas e caixas, mas você não. Há uma pessoa deitada por inteiro em seu colo. Isso é quase dormir de conchinha, né? Já ouvi essa conversa por aqui. Costas com costas. Pernas com pernas. Cabeça com cabeça. Que sonho…. Vovô, como é sentir alguém por completo?

— Sentir alguém por completo? É perceber aspectos da vida que vocês, bancos mais novos, ainda não sentem. A gente, da geração antiga, realmente se conectava e passava mais tempo com os humanos. Sinto dizer, mas até onde sei, do jeito que você foi feito, com essas ondinhas no meio, impede que adultos desabrigados, como este que está aqui comigo, descanse o mínimo que seja. A gente ameniza um pouco as dores do mundo de alguém que precisa. Mas calma. Sempre há uma saída.

— Sei que a propaganda da funerária está no senhor, mas essa ideia de banco com ondinhas que ninguém pode deitar, já deveria ter sido enterrada!

— Não fale assim, meu filho. Olhe para você. Veja o seu potencial.

— Sim. Torto como tempestade em mar aberto.

— Isso é o que tem em cima. Embaixo, o mar sempre está reto.

— Reto?

— Já disse. Olhe para você. Veja todos os seus lados e possibilidades. Já pensou em se virar do avesso?


Ourinhos | André Rosil

Ourinhos | André Rosil

André Rosil é escritor, professor e servidor público na Secretaria Municipal de Cultura de Ourinhos-SP. É licenciado em história pela UNESP e especialista em Gestão Pública Cultural. Instagram:@andre_rosil


SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Segunda

Céu limpo
28ºC máx
13ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,57

VENDA

R$ 5,57

MÁXIMO

R$ 5,61

MÍNIMO

R$ 5,54

COMPRA

R$ 5,43

VENDA

R$ 5,76

MÁXIMO

R$ 5,63

MÍNIMO

R$ 5,57

COMPRA

R$ 6,06

VENDA

R$ 6,07

MÁXIMO

R$ 6,11

MÍNIMO

R$ 6,03
voltar ao topo

Voltar ao topo