DIVERSOS

Otacílio segue Doria e fecha comércio de S. Cruz a partir dos dias 25 e 1º de janeiro

Otacílio segue Doria e fecha comércio de S. Cruz a partir dos dias 25 e 1º de janeiro

Sábado, 26 de dezembro de 2020

Dois períodos serão atingidos; Santa Cruz do Rio Pardo bate recorde de casos de covid-19

O aumento no número de pessoas contaminadas com a covid-19, inclusive em Santa Cruz do Rio Pardo, fez o prefeito Otacílio Parras (PSB) seguir a determinação do governador João Doria e adotar medidas restritivas a partir de sexta-feira, 25, e também no período das festividades do Ano Novo.

O governador anunciou uma “fase vermelha temporária” do Plano São Paulo nos dias 25, 26 e 27 de dezembro, que volta a se repetir nos dias 1º, 2 e 3 de janeiro. O objetivo é reduzir a mobilidade das pessoas e impedir o avanço do coronavírus.

Nos últimos dias, o número de pacientes bateu recorde em Santa Cruz do Rio Pardo, segundo informações do prefeito Otacílio. Ele anunciou que a cidade vai seguir o decreto do governador e restringir a abertura do comércio em alguns dias do Natal e do Ano Novo.

O prefeito Otacílio Parras (PSB) durante discurso na Câmara de Santa Cruz



O decreto seria publicado numa edição especial do “Semanário Oficial”. No período de fechamento, só será autorizado o atendimento presencial em lanchonetes ou restaurantes fora do perímetro urbano e localizados em rodovias, postos de combustíveis (exceto loja de conveniência), serviços médicos e hospitalares, óticas, telecomunicações e internet, serviços funerários, bancos e casas lotéricas, mercados, mercearias, padarias, açougues, farmácias, táxis e mototaxis e igrejas ou templos religiosos.

Qualquer outra atividade comercial só poderá funcionar em sistema de delivery, sem o atendimento presencial. O transporte público também será suspenso nos dois períodos.

Na quarta-feira, 23, no último boletim divulgado pela prefeitura de Santa Cruz, havia um total de 1.240 contaminados no município, sendo que 1.079 já cumpriram o período de quarentena e estão consideradas curados. Isto significa que há 151 pessoas contaminadas e em tratamento, enquanto 88 aguardam resultados.

Segundo o prefeito Otacílio Parras, é um novo recorde em Santa Cruz do Rio Pardo desde o início da pandemia.

Na Santa Casa de Misericórdia, há 25 pacientes internados, sendo 18 em isolamento respiratório em clínica médica, 11 em leitos SUS e sete através de convênio ou particular. Outras sete pessoas estão na UTI — Unidade de Terapia Intensiva —, sendo quatro em estado que o prefeito considerou como “gravíssimo”. Um paciente é morador em Espírito Santo do Turvo e outros três em Santa Cruz do Rio Pardo. Desde o início da pandemia, dez pessoas morreram no município.

Em seu boletim disponibilizado nas redes sociais, o prefeito comparou este período com duas semanas de agosto em que a covid-19 avançou e provocou mortes e alertas do setor da Saúde. “Foi a pior semana de agosto e naqueles 14 dias tivemos 37 casos novos. Agora temos 117 novos casos nos últimos 14 dias”, explicou.

“São três vezes mais e este número de casos positivos está ocorrendo no Brasil e em outros países”, alertou Otacílio. Ele advertiu que este quadro significa UTIs lotadas e mortes.



  • Publicado na edição impressa de 25 de dezembro de 2020


SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Quarta

Céu nublado com aguaceiros e tempestades
29ºC máx
20ºC min

Durante a primeira metade do dia Períodos nublados com chuva fraca com tendência na segunda metade do dia para Períodos nublados com aguaceiros e tempestades

COMPRA

R$ 5,68

VENDA

R$ 5,68

MÁXIMO

R$ 5,73

MÍNIMO

R$ 5,64

COMPRA

R$ 5,63

VENDA

R$ 5,97

MÁXIMO

R$ 5,87

MÍNIMO

R$ 5,74

COMPRA

R$ 6,85

VENDA

R$ 6,86

MÁXIMO

R$ 6,87

MÍNIMO

R$ 6,85
voltar ao topo

Voltar ao topo