ECONOMIA

Diego afrouxa regra para bares e restaurantes e estende atendimento

Decreto foi publicado sábado, 26; cidade já registra 153 mortes

Diego afrouxa regra para bares e restaurantes e estende atendimento

O prefeito Diego Singolani (PSD) (Foto: André Fleury)

Publicado em: 26 de junho de 2021 às 01:56
Atualizado em: 26 de junho de 2021 às 01:57

Sérgio Fleury Moraes

Em decreto publicado neste sábado, 26, no “Semanário Oficial de Santa Cruz”, o prefeito Diego Singolani (PSD) afrouxou as regras para bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência e estendeu o atendimento presencial até às 22h. Antes, a presença de clientes nesses estabelecimentos previa limite às 21h. A medida já está valendo também para sorveterias, confeitarias, cafeterias sem restrições de dias.

Após o novo horário limite estabelecido, apenas o delivery está permitido. O decreto proíbe inclusive o drive-thru.

Apesar do relaxamento, os dados da pandemia em Santa Cruz do Rio Pardo seguem críticos. O município já registra 153 mortes causadas pela Covid. O prefeito Diego, em entrevista à rádio Difusora, amenizou os números e disse que há “estabilidade” no crescimento de novos casos no município.

Na verdade, a nova flexibilização de horário, com a ampliação de uma hora no atendimento presencial, visa exatamente evitar a aglomeração de pessoas. É que a população não costuma ir a estes estabelecimentos, especialmente restaurantes e lanchonetes, a restrição anterior poderia gerar uma aglomeração no horário limite antes estabelecido.

Segundo o prefeito Diego Singolani, as novas medidas foram solicitadas por vários destes comerciantes e o município resolveu atender “em virtude do bom comportamento destes empresários e dos estabelecimentos”. O município, segundo ele, praticamente não está recebendo denúncias sobre falhas de protocolos neste ramo da economia.

O novo decreto também foi assinado uma semana depois que o próprio prefeito ameaçou fechar o comércio novamente devido aos números crescentes da pandemia. No sábado anterior, ele recomendou aos comerciantes que não fizessem estoques para as próximas semanas, já que havia o risco de novo fechamento.

Apesar das restrições continuarem severas, a nova medida foi vista como um alívio por donos dos estabelecimentos beneficiados com a nova regra. É o caso, principalmente, dos restaurantes, já que os clientes se sentiam “engessados” devido ao horário limite de atendimento presencial.

O setor foi um dos mais afetados na pandemia, e vários estabelecimentos tiveram de fechar as portas no último ano em Santa Cruz e região.

Em vídeo publicado ontem nas redes sociais, o prefeito Diego Singolani anunciou os recentes números da pandemia, com 116 casos notificados nas últimas 24 horas. No mesmo período, 75 pessoas foram testadas positivas para a covid-19 e somente 17 tiveram os exames negativos. Entretanto, há 203 casos ainda aguardando resultados do Instituto Adolfo Lutz de Marília.

A Santa Casa continua com o atendimento em alta, sendo que na sexta-feira havia 52 pacientes — 37 em isolamento respiratório em clínica médica e outros 15 na UTI. Entre estes últimos, 12 estão intubados e em estado grave.

Somente na sexta-feira, 25, houve 12 novas internações e nove pacientes tiveram alta.

Os números mostram que a pandemia continua em ascensão em Santa Cruz do Rio Pardo e em toda a região. No município, já morreram 153 pessoas.   

PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Terça

Períodos nublados com chuva fraca
28ºC máx
17ºC min

Durante todo o dia Céu encoberto

COMPRA

R$ 5,61

VENDA

R$ 5,61

MÁXIMO

R$ 5,69

MÍNIMO

R$ 5,61

COMPRA

R$ 5,59

VENDA

R$ 5,92

MÁXIMO

R$ 5,83

MÍNIMO

R$ 5,76

COMPRA

R$ 6,33

VENDA

R$ 6,33

MÁXIMO

R$ 6,33

MÍNIMO

R$ 6,32

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo