GERAL

Morre Douglas Porto, 57; radialista foi colunista esportivo no início do jornal

Nascido em Santa Cruz do Rio Pardo, Douglas começou no rádio ainda adolescente

Morre Douglas Porto, 57; radialista foi colunista esportivo no início do jornal

Douglas Porto com a mãe, Maria aparecida, em Santa Cruz do Rio Pardo

Publicado em: 18 de julho de 2021 às 18:16
Atualizado em: 18 de julho de 2021 às 18:47

Douglas nos tempos da Jovem Pan

O locutor esportivo santa-cruzense Douglas Porto morreu neste domingo, 18, em Santos. Ele tinha 57 anos e na sexta-feira sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) e teve duas paradas cardíacas. O radialista foi sepultado em Santos na tarde deste domingo.

Douglas nasceu em Santa Cruz do Rio Pardo e a carreira de locutor de rádio foi inspirada pelo pai Airton, que brincava de radialista com os filhos. “Foi ele a sementinha que deu frutos. Meu pai nunca me privou de fazer o que mais gosto”, dizia.

Ainda adolescente, aos 14 anos Douglas iniciou sua carreira na rádio Difusora Santa Cruz, no início como sonoplasta e fazendo algumas participações no programa esportivo. Em pouco tempo, estava transmitindo jogos da Esportiva Santacruzense.

Depois de quatro anos na Difusora, Douglas seguiu para Marília e atuou nas rádios Itaipu FM e Clube AM, na equipe esportiva comandada por Dirceu Maravilha. Ele havia sido apontado pelo primo, o locutor Éder Luiz – hoje na rádio Transamérica de São Paulo.

Menos de um ano depois, Douglas foi contratado pela rádio Atlântica de Santos. Douglas nunca mais saiu da baixada santista, tendo trabalhado nas rádios Cultura, Tribuna, Guarujá e Cacique, esta última afiliada da rede Jovem Pan.

Permaneceu 17 anos na Jovem Pan e, no melhor momento de sua carreira, acompanhou a trajetória do Santos do craque Giovanni, que em 1995 perdeu o título brasileiro para o Botafogo por um erro do juiz Márcio Rezende de Freitas. Nos anos seguintes, foi repórter setorista da emissora na Vila Belmiro.

No auge da carreira, Douglas narra jogo pela Jovem Pan

Douglas Porto também narrou eventos esportivos para emissoras de TV regionais, inclusive a “Santa Cecília”, localizadas na baixada santista. Desde 2020, ele era o responsável pelo programa esportivo digital “Bate Pronto”, além de apresentador de “Bola do Jogo” na rádio ômega de Santos.

No início da carreira, quando ainda morava em Santa Cruz do Rio Pardo, Douglas Porto foi colunista do DEBATE, quando assinava a coluna esportiva “Gol de Placa” do jornal.

Ele era casado com Kátia Sasso e tinha uma filha. Douglas Porto era irmão da também radialista Eliane Porto, que fazia o programa “Revista Social Radiofônica” na Difusora e morreu prematuramente em 2018.

Douglas Porto com a mulher Kátia, em praia do litoral santista

 

PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Quarta

Períodos nublados
23ºC máx
10ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,20

VENDA

R$ 5,20

MÁXIMO

R$ 5,20

MÍNIMO

R$ 5,20

COMPRA

R$ 5,29

VENDA

R$ 5,62

MÁXIMO

R$ 5,46

MÍNIMO

R$ 5,46

COMPRA

R$ 6,17

VENDA

R$ 6,17

MÁXIMO

R$ 6,17

MÍNIMO

R$ 6,17

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo