POLÍCIA

Suposto mandante do assassinato de travesti, empresário de Santa Cruz se entrega à polícia

Transferência bancária feita por Alessandro Oliveira Zaia a um homem já preso apontaram para o provável mandante do crime

Suposto mandante do assassinato de travesti, empresário de Santa Cruz se entrega à polícia

O empresário santa-cruzense Alessandro Zaia se entregou à Polícia Civil de Ourinhos

Publicado em: 07 de julho de 2023 às 21:04
Atualizado em: 07 de julho de 2023 às 22:12

O empresário Alessandro Oliveira Zaia, conhecido como “Lê Zaia”, se entregou hoje à Polícia Civil em Ourinhos. Ele é suspeito de ser o mandante do assassinato de José Antônio Pereira da Silva Filho, o travesti “Mimi”, que foi encontrado morto em abril. O crime aconteceu na avenida Rosa Pereira Nantes e, desde então, começaram as investigações para apurar a autoria.

Na semana passada, a polícia prendeu dois homens suspeitos de participação na execução de “Mimi”. Um deles foi encontrado num condomínio no município de Hortolândia, na região de Campinas. Willian Alves Feitosa César seria quem desferiu cinco tiros na travesti. O outro suspeito, Rafael Aparecido da Silva, já estava preso recentemente pelo crime de tráfico de drogas. Ele estaria pilotando a motocicleta na noite do assassinato.

Faltava encontrar o mandante do crime e todas as investigações apontaram para o empresário Alessandro Oliveira Zaia. A família dele é proprietária da Solito Alimentos, uma das maiores indústrias de Santa Cruz do Rio Pardo.

 

"Mimi" foi assassinada com cinco tiros nas costas em abril, na avenida Rosa Pereira Nantes

 

A Polícia Civil descobriu que havia uma ligação entre Alessandro e “Mimi”, com histórico de ameaças e extorsão.

Um dos homens presos na semana passada, Willian Alves Feitosa César – que foi encontrado em Hortolândia e supostamente deu os tiros na travesti – recebeu transferências bancárias de Alessandro Zaia, o que reforça os indícios de o empresário ser o mandante. A motocicleta estaria sendo pilotada por Rafael Aparecido da Silva.

A descoberta dos valores foi fundamental para que a polícia colocasse Alessandro como o principal suspeito de ser o mandante do assassinato.

As investigações também apontam que o valor pago pelo assassinato de “Mimi” foi superior a R$ 150 mil.

O empresário Alessandro Zaia está preso na cadeia pública de São Pedro do Turvo e deve passar por audiência de custódia nas próximas horas.

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Segunda

Céu limpo
28ºC máx
13ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,57

VENDA

R$ 5,57

MÁXIMO

R$ 5,61

MÍNIMO

R$ 5,54

COMPRA

R$ 5,43

VENDA

R$ 5,76

MÁXIMO

R$ 5,63

MÍNIMO

R$ 5,57

COMPRA

R$ 6,06

VENDA

R$ 6,07

MÁXIMO

R$ 6,11

MÍNIMO

R$ 6,03
voltar ao topo

Voltar ao topo