POLÍCIA

Taquarituba: homem mata as próprias filhas

Assassino manteve as filhas como reféns antes do crime, que abalou toda a região

Taquarituba: homem mata as próprias filhas

TRISTEZA — Natanael Lima matou as duas filhas em Taquarituba

Publicado em: 28 de maio de 2022 às 00:22

Sérgio Fleury Moraes

Numa tragédia que abalou Taquarituba, Natanael Arruda Lima, 28, matou as filhas Natanaele Vitória, 5, e Natali Eloá, 6, depois de manter as duas como reféns durante horas na casa da ex-mulher. O crime aconteceu na terça-feira, 24, e o assassino foi preso e por pouco não foi linchado por uma multidão enfurecida.

As duas meninas nasceram em Chavantes, onde moravam com os pais antes da separação. Elas foram mortas com vários golpes no pescoço. Durante as negociações com a polícia, o homem dizia que havia outra criança, uma enteada de 12 anos, na casa da ex-mulher, mas posteriormente se descobriu que a menina havia sido libertada para ir à escola.

A polícia ainda investiga os motivos do crime, mas sabe-se que Natanael mantinha um bom relacionamento com a ex-mulher Janaína Tavares, 31, de quem se separou há aproximadamente seis meses. Os dois são trabalhadores rurais.

Natanael já vivia com outra mulher, Vilma, enquanto Janaína estava se relacionando com uma companheira. Na segunda-feira, 23, o trabalhador rural deixou sua casa por volta das 14h30, dizendo que iria ao mercado. À noite, porém, telefonou pedindo para a esposa buscá-lo na casa da ex. Como Vilma não tinha condução, resolveu esperar até o dia seguinte.

Segundo declarou à polícia a mãe das duas meninas, Natanael disse que estava visitando as filhas e pediu para passar a noite na casa. Na manhã de terça-feira, enquanto Janaína foi trabalhar, Natanael ficou com as crianças e, em algum momento, resolveu cometer o crime.

Primeiro, ele anunciou que as duas estavam sendo sequestradas e ameaçou explodir a casa. Os vizinhos perceberam um cheiro de gás e chamaram a polícia. Nas negociações começaram no final da manhã e só terminaram à noite, quando policiais invadiram a casa.

Natanael foi imobilizado com tiros de borracha e uma arma de choque. Mas o cenário da casa era macabro. As duas meninas estavam mortas e havia cacos de vidro espalhados pelo chão. A polícia percebeu que o assassino tinha intenções suicidas.

O trabalhador rural foi preso e a prefeitura de Taquarituba decretou luto pela tragédia. As crianças foram veladas no município e posteriormente seus corpos seguiram para Chavantes, onde foram sepultadas.

Em dois anos, é o segundo crime envolvendo crianças de Chavantes. Em janeiro de 2020, a pequena Emanuelle Pestana de Castro, 8, foi morta a facadas pelo vizinho Aguinaldo Guilherme de Assunção, 49, e enterrada num matagal de difícil acesso. Ele próprio estava participando das buscas pela menina, mas depois confessou o crime.

Preso e transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cerqueira César, Aguinaldo foi encontrado morto no dia seguinte. 

PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Segunda

Períodos nublados
24ºC máx
13ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,22

VENDA

R$ 5,22

MÁXIMO

R$ 5,28

MÍNIMO

R$ 5,20

COMPRA

R$ 5,09

VENDA

R$ 5,41

MÁXIMO

R$ 5,29

MÍNIMO

R$ 5,23

COMPRA

R$ 5,53

VENDA

R$ 5,53

MÁXIMO

R$ 5,57

MÍNIMO

R$ 5,51

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo