SOCIEDADE

Rotary de Santa Cruz celebra Dia da Liberdade de Imprensa e homenageia jornal

Diretor do DEBATE recebeu homenagem do clube

Rotary de Santa Cruz celebra Dia da Liberdade de Imprensa e homenageia jornal

Rotary Club homenageou Dia da Liberdade de Imprensa no Brasil

Publicado em: 18 de junho de 2022 às 02:31
Atualizado em: 24 de junho de 2022 às 15:32

André Fleury Moraes

O Rotary Club de Santa Cruz do Rio Pardo homenageou na reunião festiva da última terça-feira, 14, o Dia da Liberdade de Imprensa, que no Brasil é comemorado em 7 de junho. O jornalista Sérgio Fleury Moraes, diretor do DEBATE, recebeu um certificado de reconhecimento das mãos do presidente Alziro Kühne de Oliveira e do rotariano Netto Andrade, que também é colunista do jornal.

A data deve ser comemorada não apenas pelos profissionais da imprensa, mas pelos brasileiros que tem no direito à informação um dos pilares da democracia.

O rotariano Haroldo de Andrade, que já foi colunista esportivo do jornal, lembrou as lutas do DEBATE pela liberdade de imprensa e disse que o jornal, que vai completar 45 anos de atividades em setembro, ganhou uma credibilidade pouco vista na história de Santa Cruz do Rio Pardo. “Muitas vezes, as pessoas recebem uma informação, mas dizem que vão aguardar o jornal no domingo para ver o que realmente aconteceu”, disse.

O jornalista Sérgio Fleury Moraes disse que o DEBATE escolheu “a via mais difícil” para praticar o jornalismo, sem ligações com grupos políticos ou econômicos. Ele lembrou que a liberdade de imprensa pressupõe uma vigilância diária e que o jornal muitas vezes pagou caro por publicar o que muitos não queriam.

Ele também ressaltou que o DEBATE quebrou o paradigma histórico de jornais atrelados a grupos políticos. Sérgio disse que, em toda a trajetória do jornal, o Rotary Club de Santa Cruz do Rio Pardo sempre foi notícia por inúmeras campanhas que beneficiaram a população.

O jornalista lembrou de algumas, como a campanha “Pão para a África”, em parceria com o saudoso bispo santa-cruzense d. Pedro Zilli, que morreu no ano passado vítima da covid. Naquela campanha, o Rotary enviou para a diocese de Bafatá, na Guiné-Bissau, uma padaria completa para a produção de pães, toneladas de farinha e, de quebra, equipamentos para instalação de uma rádio comunitária.

O Rotary conseguiu, inclusive, que os equipamentos fossem enviados à África por um avião da FAB. A emissora comunitária foi instalada com a ajuda do radialista Souza Neto, da Difusora, que passou algumas semanas em Bafatá. Tudo com a supervisão e apoio do Rotary Club de Santa Cruz.

“De vez em quando eu vejo nos nossos arquivos outras campanhas memoráveis do Rotary, como a aquisição de óculos para pessoas carentes, alimentos para tirar a fome de tantas famílias e por aí vai. Enfim, a história do Rotary também está presente nas nossas páginas”, disse o diretor do DEBATE.

De fato, o Rotary esteve à frente até da conquista do Corpo de Bombeiros para Santa Cruz do Rio Pardo a partir de 1984.

O rotariano Celso Figueira também lembrou que, antes do DEBATE, o jornalista Sérgio Fleury Moraes, ainda adolescente, já era responsável pela produção de um pequeno jornal impresso em máquinas de mimeógrafo e vendido de casa em casa pelas ruas de Santa Cruz. “Aquele pequeno jornal não me rendeu nenhum processo, mas já fui parar na diretoria da escola por causa de uma reportagem”, disse Fleury.

O Dia da Liberdade de Imprensa no Brasil foi definido como 7 de junho porque, na mesma data, em 1977 – ano em que surgiu o DEBATE — cerca de três mil jornalistas assinaram um manifesto exigindo o fim da censura e a instauração de uma imprensa livre no Brasil.

Se hoje parece um ato simples, na ditadura militar foi um manifesto corajoso. Dois anos antes, por exemplo, o jornalista Vladimir Herzog, diretor da TV Cultura, foi preso e torturado até a morte por agentes do governo.

PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Segunda

Períodos nublados
24ºC máx
13ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,22

VENDA

R$ 5,23

MÁXIMO

R$ 5,28

MÍNIMO

R$ 5,20

COMPRA

R$ 5,10

VENDA

R$ 5,41

MÁXIMO

R$ 5,29

MÍNIMO

R$ 5,23

COMPRA

R$ 5,53

VENDA

R$ 5,53

MÁXIMO

R$ 5,57

MÍNIMO

R$ 5,51

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo