Otacílio anuncia abertura de mercados, padarias e açougues aos domingos

O prefeito Otacílio Parras (PSB) durante coletiva de imprensa

Declaração foi feita em vídeo publicado nas redes sociais nesta tarde

 

André Fleury Moraes

O prefeito Otacílio Parras (PSB) anunciou em vídeo publicado nesta tarde nas redes sociais que permitirá o retorno às atividades comerciais de supermercados, açougues e padarias aos domingos. 

A medida deve ser publicada no semanário oficial já deste final de semana. Estes estabelecimentos estavam proibidos de abrir desde junho, quando a situação da pandemia se agravou em Santa Cruz do Rio Pardo.

No vídeo, Otacílio critica o governador João Doria (PSDB) e diz que os critérios que regrediram o Estado à fase amarela do Plano São Paulo não são técnicos.

O prefeito também reclamou que municípios com menos de 70 mil habitantes não participarão da reunião com o governo a ser realizada nesta terça-feira, 1º.

A decisão vem três dias depois de o próprio prefeito anunciar que determinaria o fechamento geral do comércio a partir de amanhã. Hoje, Otacílio recuou da medida e afirmou que seguiria o Plano São Paulo.

Parras adiantou, no entanto, que tomará “medidas drásticas se a coisa complicar”. Ele não detalhou quais seriam elas, mas na semana passada a primeira-dama Eliana Evaristo publicou que havia previsão para lockdown, o confinamento obrigatório.

O prefeito desabafou, disse que “está cansado de apanhar” e que “é difícil sentar nesta cadeira”. Ao todo, 1.026 pessoas já se contaminaram pelo novo coronavírus em Santa Cruz do Rio Pardo, 913 dos quais se recuperaram. Há 105 pessoas efetivamente contaminadas, e outras 97 aguardam resultado.

Otacílio chegou a nomear as empresas onde trabalham algumas das pessoas que estão infectadas pela Covid-19, disse que a situação regional da pandemia está grave e que Santa Cruz pode piorar se houver descuido.

O prefeito também criticou jovens que saem à noite e pediu que os pais cuidem dos filhos. “Às vezes o jovem chega 5, 6 horas da manhã. Muitas vezes bêbados, talvez drogados”, afirmou.

“É obrigação da família cuidar de seus filhos, e não do poder público”, continuou.

Otacílio admitiu o recuo sobre a decisão de fechar o comércio anunciada na última sexta-feira, que gerou críticas de e desconforto entre os comerciantes de Santa Cruz do Rio Pardo. 

Na quinta-feira, 26, ele havia publicado um vídeo ríspido nas redes sociais em que fez duras críticas aos moradores do município. Disse que a população de Santa Cruz do Rio Pardo “leva o vírus para todos os lados”.

O prefeito também reclamou da fiscalização do Estado, que disse ser nula. “Cadê os fiscais do Estado?”, questionou.