ESPORTE

Com novo presidente, Esportiva terá jogo noturno, time feminino e técnico português

Hélio Majoni reassume presidência do clube, 11 anos depois de conseguir dois acessos seguidos

Com novo presidente, Esportiva terá jogo noturno, time feminino e técnico português

Hélio Majoni, com dois acessos no “currículo”, está de volta à presidência da Esportiva Santacruzense: “Vamos tirar o time da UTI”

Publicado em: 09 de dezembro de 2023 às 20:38
Atualizado em: 11 de dezembro de 2023 às 15:51

Sérgio Fleury Moraes

 

Hélio Majoni está de volta à Esportiva Santacruzense. Responsável pelo comando do time durante alguns anos a partir de 2010, ele é lembrado por conquistar dois acessos seguidos no campeonato paulista. Da Segunda Divisão, o time passou a disputar a série A3 e, em seguida, foi para a série A2, o último degrau antes da primeira divisão de profissionais, onde jogam os grandes times paulistas. Agora, porém, a situação é bem diferente.

O time foi rebaixado no ano passado para a quinta divisão e teve uma tumultuada gestão, com estádio interditado e nenhum gol marcado no campeonato da “Segundona”. O clube chegou a abandonar o campeonato no final. Ao invés de conquistas, restaram dívidas.

Mas Hélio gosta de desafios. “Estou de volta depois de 11 anos. Tive de conversar com minha família, pois não é fácil dirigir um time. Muita gente torce contra e há muita energia negativa”, disse.

Empresário do ramo de confecções e entretenimento, Majoni convocou seu antigo parceiro, Luciano “Galeguinho” Rosalém, para a nova empreitada. De quebra, o ex-presidente Sidnei Maluza também faz parte da diretoria. “Decidimos juntar todo mundo, pois a Santacruzense está na UTI e precisa de ajuda”, avaliou.

O primeiro teste aconteceu há alguns dias, quando o time foi convidado para disputar um torneio Sub-23 com 12 equipes na Bolívia. Mas como, se não havia sequer uniformes? “Fomos buscar parcerias e em 10 dias conseguimos uniforme, equipamentos e estrutura para viajar de ônibus”, contou.

A Santacruzense foi vice-campeã na Bolívia, perdendo a final nos pênaltis. Os jogadores selecionados eram de escolinhas de futebol de Santa Cruz e região, fato que também não acontecia com o planejamento dos dirigentes anteriores. Até o ano passado, todos os atletas eram de fora. Já houve, inclusive, uma parceria com um time da Bolívia, onde dois jovens santa-cruzenses ficarão treinando durante uma temporada.

O campeonato paulista da quinta divisão começa em abril. A apresentação da Santacruzense vai acontecer no início de janeiro. A novidade é que o técnico é um português, amigo de Abel Ferreira, treinador do Palmeiras. “Acho que nosso time será o único do campeonato a ter um técnico estrangeiro”, disse Majoni. “É uma grande novidade, pois este técnico já trabalhou, inclusive, com o José Mourinho”, contou. Mourinho dirigiu grande equipes da Europa, onde conquistou até a “Champions League”.

Outra mudança será nas categorias de base, que antes eram “vendidas” a grupos esportivos. Na verdade, o time não possuía jogadores e apenas “emprestava” o nome e o registro na Federação Paulista de Futebol para a administração de outros grupos.

Agora, a Esportiva vai fazer parcerias com o CAS (Clube Atlético Santacruzense) e o Sindical, duas escolinhas tradicionais de Santa Cruz do Rio Pardo. “Um tem 60 alunos e o outro, 50. Vamos fazer uma peneira para definir os times Sub-11 e Sub-13, mas também vamos conversar sobre o Sub-15 e Sub-17. Aliás, isto vai motivar as escolinhas, pois os pais vão perceber que seus garotos podem virar profissionais. Claro que é bom disputar campeonatos com equipes da região, mas melhor ainda é integrar o campeonato paulista oficial destas categorias”, disse Hélio Majoni.

 

O gramado do estádio “Leônidas Camarinha” apresentou pragas e deverá ser substituído por um novo

 

Na última temporada, o grande vilão da Esportiva foi o Estádio Municipal Leônidas Camarinha. Com problemas no gramado, o campo foi interditado pela FPF logo no começo do campeonato. O time conseguiu jogar uma única partida na arena.

Para a temporada de 2024, a grama será trocada e, segundo Majoni, a licitação já foi providenciada pela prefeitura. Além disso, por exigência da FPF e dos Bombeiros, o vestiário localizado atrás de um dos gols será demolido e um novo será construído debaixo de uma das arquibancadas laterais.

A grande novidade, porém, será o retorno dos refletores. A estrutura foi implantada há mais de dez anos, com recursos do Governo do Estado, mas funcionou poucas vezes. O plano da diretoria é realizar jogos noturnos, com vários atrativos ao torcedor, como food-truks e outros comércios na rua em frente ao estádio.

Segundo Hélio Majoni, técnicos já vistoriaram as luminárias e a reforma não é difícil. “Vamos trocar alguns fios e colocar refletores LED. Nosso objetivo é transformar o entorno do estádio num espaço frequentado pelas famílias”, disse. O presidente planeja realizar jogos noturnos nas sextas-feiras e vai começar a conversar sobre isto com a Federação Paulista.

Outra inovação será a formação de uma equipe de futebol feminino. “Nós vemos o que aconteceu com o futsal, ganhando visibilidade na TV e sendo respeitado. Então, o futebol feminino é outra pauta da diretoria”, disse Majoni./

 

De fato, o futebol feminino vem lotando estádios, com jogos transmitidos pela Globo. “E vamos disputar a primeira divisão, jogando contra Corinthians, São Paulo, Palmeiras ou Santos”, informou.

Dia 12 haverá um amistoso internacional de preparação. Será o início de uma temporada para tentar tirar o time da UTI, como diz o presidente. Olhando para o passado, Majoni se lembra que sua trajetória no clube começou exatamente num amistoso com uma seleção de masters, num jogo em que a principal atração foi a bandeirinha Ana Paula Oliveira, que na época foi capa da revista “Playboy”.

“Conseguimos colocar 3.000 pessoas no estádio e fizemos um caixa para começar uma temporada em que conseguimos o acesso”, disse. Outra lembrança de Majoni é a qualidade dos jogadores adversários daquela época. Na final contra a Inter de Limeira, por exemplo, um “olheiro” amigo pediu para Majoni observar bem o 10 daquele time. “Ele avisou que aquele jogador iria estourar”, contou. Era Lucas  Lima, hoje no Santos.

 

Colaborou: Toko Degaspari

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Segunda

Céu limpo
28ºC máx
13ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,57

VENDA

R$ 5,57

MÁXIMO

R$ 5,61

MÍNIMO

R$ 5,54

COMPRA

R$ 5,43

VENDA

R$ 5,76

MÁXIMO

R$ 5,63

MÍNIMO

R$ 5,57

COMPRA

R$ 6,06

VENDA

R$ 6,07

MÁXIMO

R$ 6,11

MÍNIMO

R$ 6,03
voltar ao topo

Voltar ao topo