ESPORTE

Nascido em Santa Cruz, goleiro de Espírito Santo é convocado para a seleção Sub-15

Pedro Henrique, 15, goleiro do Palmeiras, segue para a Granja Comary

Nascido em Santa Cruz, goleiro de Espírito Santo é convocado para a seleção Sub-15

CONQUISTA — Com apenas 15 anos, Pedro é goleiro do Palmeiras e já chega à seleção brasileira Sub-15

Publicado em: 05 de junho de 2021 às 02:01
Atualizado em: 05 de junho de 2021 às 02:04

Sérgio Fleury Moraes

O goleiro Pedro Henrique é um dos três jogadores do Palmeiras convocados pelo técnico Dudu Patetuci, da seleção brasileira Sub-15, para disputar o Torneio Sul-Americano Conmebol, previsto para ser realizado no segundo semestre, logo após a disputa da Copa América pelas seleções principais. Nascido em Santa Cruz do Rio Pardo, Pedro Henrique Nelo Lopes morava com a família em Espírito Santo do Turvo até ser contratado pelo Palmeiras.

O pai, Heliton Ricardo Santos, 43, disse que a família está radiante pela conquista do filho. Eles ainda moram em Espírito Santo do Turvo, mas Heliton passa semanas viajando porque é coordenador de colheita de uma empresa de São José do Rio Preto que possui várias fazendas, inclusive na região de Santa Cruz do Rio Pardo.

A história de Pedro Henrique é curiosa. Como qualquer garoto, ele começou a aprender jogar bola aos oito anos de idade na escolinha do CAS — Clube Atlético Santacruzense —, em Santa Cruz do Rio Pardo, mas não pensava em ser jogador. “Na verdade, ele começou como centroavante em times amadores. Um dia, o técnico Gilson Miranda o conheceu e disse que ele seria goleiro”, contou Heliton. Pedro sempre foi alto e hoje mede 1,89 metro.

Mas o garoto não gostou, pois sonhava em fazer gols. “Ele ficou um período dizendo que não queria mais jogar, mas nós insistimos”, contou o pai. É que um goleiro vai da glória ao pesadelo em questão de minutos. “Ele pode salvar o time durante 89 minutos, mas errar no último minuto. E sai de campo como o grande vilão”, admitiu Helinton.

Mas o garoto intensificou os treinamentos — e se encontrou debaixo da meta. Aos 10 anos, Pedro participou de um jogo em Marília, que estava sendo observado por um “olheiro” do Palmeiras. Sua técnica impressionou tanto o dirigente que Pedro passou a ser monitorado pelo clube alviverde. Era o próprio Palmeiras, por exemplo, que sugeria o clube pelo qual Pedro deveria atuar.

Pedro chegou a treinar nas categorias profissionais, até na Sub-20

O goleiro jogou pelo Noroeste e foi terceiro colocado no campeonato paulista Sub-11. Pedro, aliás, foi um dos destaques do torneio a ponto de ser efetivado no Palmeiras em 2017. A família, inclusive, precisou arrumar uma outra residência compartilhada em São Paulo, revezando as semanas com Espírito Santo do Turvo.

Em 2019, Pedro Henrique foi campeão pelo Palmeiras num torneio no Japão. A carreira estava prestes a decolar quando veio a pandemia. E tudo foi paralisado. O goleiro retornou para Espírito Santo, na companhia do pai, da mãe Elisângela e da irmã Maria Eduarda.

Pedro, entretanto, não deixou de treinar. O futebol das categorias de base começou a voltar há alguns meses, primeiro no Sub-18. E Pedro foi convocado para retornar, mesmo tendo 15 anos. “Acho que eles queriam forçar um treinamento. Meu filho treinou até no time Sub-20, o que significava um olhar diferente do clube sobre o Pedro”, disse Heliton.

Na segunda-feira, 31, veio a notícia que quase derrubou o pai de Pedro. O goleiro foi convocado para atuar na seleção brasileira Sub-15 para disputar um torneio sul-americano. O jogador, aliás, já seguiu ontem para a Granja Comary em Teresópolis, no Rio de Janeiro, onde fará testes durante 15 dias.

Emocionado, Heliton faz questão de agradecer o Poder Público, professores do filho e a população de Espírito Santo e os amigos de Santa Cruz do Rio Pardo que sempre apoiaram a carreira de Pedro, principalmente os dirigentes do Palmeiras. “É uma gratidão imensa, mas tem hora que a ficha não cai”, disse. O único problema, segundo Heliton, é a distância do filho. “A ausência é um sofrimento, pois o Pedro agora vive uma outra fase, jogando no Brasil e no exterior”, afirmou.

Dudu Patetuci foi anunciado pela CBF como técnico da seleção Sub-15 para substituir Paulo Victor Gomes, que assumiu a equipe Sub-17 no ano passado. O Fluminense, com cinco jogadores, e o Cruzeiro, com quatro, são as equipes que lideram as convocações. Em seguida estão o Palmeiras e o Corinthians, com três.

A preparação para o torneio sul-americano dura até o dia 14 e o objetivo é a comissão técnica conhecer melhor os jogadores. Até lá, Pedro vai disputar a camisa canarinho número um com Marcelo de Souza, do Cruzeiro, e Davi Rocha, do Fluminense.

PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Quinta

Períodos nublados
22ºC máx
12ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,05

VENDA

R$ 5,06

MÁXIMO

R$ 5,06

MÍNIMO

R$ 5,06

COMPRA

R$ 5,29

VENDA

R$ 5,62

MÁXIMO

R$ 5,46

MÍNIMO

R$ 5,46

COMPRA

R$ 6,06

VENDA

R$ 6,07

MÁXIMO

R$ 6,07

MÍNIMO

R$ 6,06

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo