SOCIEDADE

Mãe do filósofo Mário Sérgio Cortella é sepultada em Santa Cruz

Professora que lecionou em Santa Cruz morreu em São Paulo aos 93 anos

Mãe do filósofo Mário Sérgio Cortella é sepultada em Santa Cruz

O filósofo Mário Sérgio Cortella (ao centro) acompanha sepultamento de sua mãe na sexta-feira, 17

Publicado em: 18 de junho de 2022 às 01:38

Sérgio Fleury Moraes

A professora Emília Gonçalves Cortella foi sepultada no cemitério de Santa Cruz do Rio Pardo no final da tarde de sexta-feira, 17. Ela morreu em São Paulo aos 93 anos, depois de ter a saúde debilitada após uma queda. Emília era irmã do ex-prefeito Aniceto Gonçalves e mãe do filósofo Mário Sérgio Cortella, que acompanhou o velório e o sepultamento.

Familiares e amigos de Mário Sérgio compareceram ao cemitério para as despedidas. Emilia era viúva de Antonio Cortella, que iniciou sua carreira como bancário em Santa Cruz do Rio Pardo, onde a família morou durante muitos anos. Antonio morreu em 1990. Emília e Aniceto Gonçalves foram filhos de Jesus Gonçalves, hoje nome de uma importante avenida da cidade.

Entre os familiares que acompanharam o velório estava o advogado Breno Cortella, ex-vereador de Araras/SP e que foi candidato a deputado estadual em 2010. Sobrinho de Mário Sérgio, Breno contou que Emília, apesar da idade, tinha uma saúde impecável. No entanto, há meses ela sofreu uma queda e teve uma fratura facial. Desde então, sua saúde foi se debilitando.

Muito abalado e consolado pela mulher Cláudia, o filósofo Mário Sérgio Cortella conversou com a reportagem sobre suas ligações com Santa Cruz do Rio Pardo. Ao contrário do que todos imaginavam, ele disse que nunca morou na cidade, já que foi para São Paulo ainda jovem para estudar. Mário nasceu em Londrina, mas somente depois é que os pais vieram para Santa Cruz do Rio Pardo.

Entretanto, era como se ele fosse de Santa Cruz do Rio Pardo, pois passava férias na cidade e frequentava os clubes em bailes e durante os carnavais.

Mário Sérgio é um dos mais consagrados filósofos do Brasil. Mestre e doutor em Educação, orientado pelo professor Paulo Freire, Cortella foi secretário de Educação de São Paulo na gestão de Luiza Erundina. Atualmente é um dos mais notáveis pensadores brasileiros. Sempre foi muito ligado à mãe.

Emília foi professora em Santa Cruz. O corpo dela foi sepultado no jazigo da família no Cemitério da Saudade, onde estão enterrados o marido Antonio, o irmão Abelardo e o neto Ettore Cortella Neto. Este último foi casado com a santa-cruzense Clelma Zanoni, filha do saudoso dentista Clélio Zanoni.

Além de Mário Sérgio, a professora deixou a filha Maria Emília.

PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Segunda

Períodos nublados
24ºC máx
13ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,22

VENDA

R$ 5,22

MÁXIMO

R$ 5,28

MÍNIMO

R$ 5,20

COMPRA

R$ 5,09

VENDA

R$ 5,40

MÁXIMO

R$ 5,29

MÍNIMO

R$ 5,23

COMPRA

R$ 5,52

VENDA

R$ 5,52

MÁXIMO

R$ 5,57

MÍNIMO

R$ 5,51

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo