POLÍTICA

Morre o ex-prefeito de Ipaussu Mário Madalena, pai do deputado estadual Ricardo

Debilitado, ele foi contaminado pela covid-19

Morre o ex-prefeito de Ipaussu Mário Madalena, pai do deputado estadual Ricardo

O ex-prefeito Mário Madalena, que morreu aos 84 anos vítima da covid-19

Publicado em: 01 de abril de 2021 às 05:09
Atualizado em: 01 de abril de 2021 às 12:25

Morreu na noite de quarta-feira, 31, o ex-prefeito de Ipaussu Mário Madalena. Ele enfrentava problemas de saúde e passou os últimos dias internado na Santa Casa de Misericórdia de Santa Cruz. Mário tinha 84 anos e sofria de Alzheimer. Estava debilitado e contraiu a covid-19, quando sua saúde piorou e ele não resistiu. Ele é pai do deputado estadual Ricardo Madalena, de Santa Cruz do Rio Pardo.

Mário Madalena foi um dos líderes políticos de Ipaussu nas décadas de 1980 e 1990. Nas eleições de 1988, ele se tornou prefeito municipal da cidade pelo PMDB, tendo como vice o contabilista Álvaro José de Moraes.

Na época não havia uma entidade dos municípios da região, como a atual Ummes, mas Mário Madalena se esforçou para manter o diálogo com todos os prefeitos das cidades vizinhas. Era muito ligado, por exemplo, ao colega de Santa Cruz do Rio Pardo, Clóvis Guimarães Teixeira Coelho.

O deputado Ricardo Madalena (à esquerda) com o pai, o ex-prefeito Mário Madalena

 

Como a reeleição ainda não era permitida, em 1992, Mário lançou um candidato apoiado pelo grupo e foi derrotado nas urnas por Hirosi Otani, que se tornou seu maior adversário nos anos seguintes.

Hirosi passou a atacar a administração anterior a tal ponto que Mário prometeu voltar. Candidatou-se em 1996 pelo mesmo PMDB e obteve uma vitória considerada esmagadora nas urnas. Mário Madalena teve 2.661 votos, derrotando Luiz Carlos Souto (do PFL, que conseguiu 1.512 votos), Maria Luiza Egreja Alves Lima (PTB, que alcançou 1.171 votos) e Pedro Rosin (PDT, que obteve 982 votos).

Mário deixou o governo de Ipaussu em 2000 e, embora a reeleição já existisse, ele não quis disputar um terceiro mandato. Seu adversário histórico, Hirosi Otani, quis sucedê-lo pela segunda vez, mas foi derrotado por Paulo Sérgio Correa Leite (PSDB), o “Cruca”, por uma grande diferença.

Nos anos seguintes Madalena voltou a ser cogitado para ser candidato a prefeito, mas, já com problemas de saúde, decidiu abandonar a vida pública. Em 2014, porém, fez campanha pela candidatura do filho, Ricardo Madalena, que foi eleito deputado estadual.

Nos últimos anos, Mário Madalena começou a sofrer do Mal de Alzheimer e passou a morar com o filho Ricardo em Santa Cruz do Rio Pardo. No ano passado, sofreu uma queda e quebrou uma das pernas. Debilitado, passou a ficar acamado e sob os cuidados do filho.

Nos anos 1990, Mário Madalena (segundo da direita para a esquerda) participa de solenidade no Palácio da Cutlura "Umberto Magnani Netto", em Santa Cruz do Rio Pardo, com a presença do governador Geraldo Alckmin e de seu amigo Clóvis Guimarães Teixeira Coelho

 

Nas últimas semanas, o ex-prefeito de Ipaussu teve uma piora na saúde e foi internado na Santa Casa de Misericórdia. Morreu na noite de quarta-feira, aos 84 anos. Os médicos diagnosticaram covid-19, mas não há informações sobre como ele se contaminou.

A família também ainda não informou onde Mário será sepultado, já que o ex-prefeito viveu em Ipaussu durante mais de 40 anos. O deputado estadual Ricardo Madalena publicou uma nota no Facebook, comunicando a morte do pai. “Pai, marido, avô e líder político exemplar, deixou um legado de trabalho, ética e comprometimento”, escreveu o deputado.

O ex-prefeito Mário Madalena é a 42ª vítima fatal da covid em Santa Cruz do Rio Pardo.

PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Sábado

Céu nublado com aguaceiros e tempestades
27ºC máx
19ºC min

Durante a primeira metade do dia Períodos nublados com aguaceiros e tempestades com tendência na segunda metade do dia para Céu encoberto com chuva moderada

COMPRA

R$ 5,59

VENDA

R$ 5,59

MÁXIMO

R$ 5,68

MÍNIMO

R$ 5,57

COMPRA

R$ 5,55

VENDA

R$ 5,89

MÁXIMO

R$ 5,82

MÍNIMO

R$ 5,72

COMPRA

R$ 6,69

VENDA

R$ 6,70

MÁXIMO

R$ 6,80

MÍNIMO

R$ 6,67

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo