POLÍTICA

Otacílio ataca Diego: “É uma fraude”

Ex-prefeito defende vereador Cristiano Tavares e disse que ainda espera o apoio de Diego à sua candidatura

Otacílio ataca Diego: “É uma fraude”

Otacílio Parras e Diego Singolani estiveram juntos politicamente até o final de 2020, quando começou o rompimento entre os dois

Publicado em: 27 de novembro de 2023 às 20:34

Sérgio Fleury Moraes

 

O ex-prefeito Otacílio Parras (PSB) fez duas críticas ao prefeito Diego Singolani (PSD) na semana passada, durante um pronunciamento na rádio Difusora. Ele ocupou os microfones para defender o vereador Cristiano Tavares (PSD), que dias antes deu uma entrevista anunciando que não mais apoiaria Diego nas eleições do próximo ano. Otacílio não gostou do fato de o prefeito atacar Tavares no dia seguinte.

O vereador anunciou que vai deixar o partido de Diego para apoiar Otacílio. Ele avaliou a administração atual como “regular”, reclamou do atraso de obras e listou uma série de falhas do governo. “Não adianta prometer, falta dinamismo”, disse Tavares no último dia 9.

No dia 10, Diego ocupou os microfones da Difusora para criticar a decisão de Cristiano Tavares. “Ele deveria ter anunciado isto há um ano, mas continuou participando de reuniões na minha casa”, reclamou, sugerindo que Tavares pegava informações para levá-las ao grupo de Otacílio. “As máscaras começam a cair. Não o quero mais no meu grupo”, afirmou o prefeito.

Na segunda-feira, 13, Otacílio foi à rádio, segundo explicou, para defender Cristiano Tavares e chamou Diego de “uma fraude”. Antes, chorou nos microfones ao contar sua infância, quando disse que quase morreu por problemas de saúde. Citou Deus e acusou pessoas de falar “Seu Santo Nome em vão, usando a religião para conquistar as pessoas”.

Otacílio negou que Tavares transmitisse ao seu grupo qualquer informação sobre reuniões políticas adversárias. Ao lembrar que Diego chamou Tavares de “mentiroso”, o ex-prefeito disse que o vereador realmente mentiu na entrevista à Difusora. “Ele mentiu quando disse que o prefeito teria sido educado ao recebê-lo em seu gabinete. O prefeito, na verdade, foi muito agressivo”, afirmou Otacílio, “e há testemunhas que podem contar”.

O ex-prefeito lembrou que vai completar 70 anos em fevereiro, mas, ao contrário do que estaria sugerindo Diego, disse não está ultrapassado. “Estou no máximo de minha capacidade como profissional e com conhecimento para administrar nossa cidade”, disse.

“Eu não dependo de eleição para ser alguém, para ter vantagens financeiras”, afirmou. “E ser alguém é ter profissão, vontade de trabalhar e berço”. Para Otacílio, a declaração de Diego sobre fidelidade partidária é diferente de ser fiel. “É preciso ser fiel aos princípios, pois esta pessoa não sabe dar entrevistas sem atacar”, disse. Ele me chama de coronel, mas sou um coronel do bem”, insistiu, novamente recorrendo à religião. “Paulo era um soldado, e não há mal algum em ter comando ou saber comandar”, declarou.

Otacílio avaliou que a “política do passado” estaria voltando à prefeitura com a atual administração. “E eu sou o culpado, pois escolhi errado. Recomendei o voto à pessoa errada e, por isso, tenho a obrigação de desfazer este erro”, afirmou, confirmando que será candidato a prefeito no próximo ano exatamente por este motivo.

O ex-prefeito contou que iniciou um novembro uma fase de negociações com políticos visando apoio em 2024. “Chegou a época de começar a montar a estrutura partidária e conversar com as pessoas. Já conversei com o Severo, com o Murilo Sala e, ontem mesmo, conversei com o deputado Ricardo Madalena”, disse. “Temos de conversar com todos os lados, tentando fazer com que todos voltem a ter este compromisso de um passado recente, de transformação de nossa cidade”, afirmou.

Otacílio ressaltou que “todos os apoios” serão aceitos, mas ressalvou que não vai aceitar “politicagem” e nem assumir compromissos numa futura administração. “Inclusive, nosso grupo está aberto para o retorno do prefeito municipal. Ele foi lançado pelo nosso grupo e eu o filei ao PSD, quando o levei na casa do Gilberto Kassab. Então, que ele declare seu apoio a mim, mas sem compromissos”, afirmou.

Segundo o ex-prefeito, na reunião com Kassab, onde também estava presente o atual secretário de Turismo Gerson Garcia, houve um acordo segundo o qual Diego seria candidato em 2020 e que Otacílio retornaria quatro anos depois. “Isto era o combinado”, garantiu.

No início deste ano, Otacílio chegou a se reunir com Diego Singolani em seu consultório médico para discutir a sucessão. Ambos já trocavam farpas pelas emissoras de rádio e, segundo Otacílio, Diego teria sugerido um acordo pelo qual seria seu vice nas eleições. “Ele se ofereceu para ser meu vice, mas o fato é que propôs a existência de dois prefeitos. Eu ficaria com a parte das obras, pois ele não sabe mesmo administrar, enquanto ele ficaria com o social, saúde, educação e viagens. É claro que não aceitei”, afirmou.

O ex-prefeito, aliás, sugeriu que a reunião – realizada em fevereiro deste ano – teria sido gravada. “Está gravado lá, mas não me lembro a data”.

Ele contou, ainda, que foi o posicionamento do próprio Diego que o levou a ser candidato novamente. “Se eu não tinha motivos para me candidatar, este prefeito me deu. É preciso acabar com esta farsa que está lá”, afirmou.

Otacílio também não poupou o vereador afastado Cristiano Miranda, atual secretário de Agricultura, que vai apoiar a reeleição de Diego Singolani. O ex-prefeito lembrou que Miranda ainda é o atual presidente de seu partido. “Tem certas coisas que não podemos falar, sobre as motivações de ele estar do outro lado. Me chateou muito porque eu o lancei como candidato, nomeei como diretor na minha administração e, depois, se elegeu vereador com meu apoio e orientação. Mas, de repente, ele acha que não sirvo mais”, reclamou.

A exemplo do que Diego disse em relação a Cristiano Tavares, Otacílio foi enfático: “Ele foi o candidato a vereador que eu mais valorizei. Mas agora não o quero mais ao meu lado. Aceito até o prefeito, mas não ele”, criticou.

Quando o dono da Difusora perguntou se existem propostas financeiras para apoiar sua candidatura, Otacílio disse que “isto nunca partiu de pessoas sérias”. Em seguida, explicou: “Eu nunca aceitei este tipo de jogo e é por isso que, às vezes, você perde certos companheiros. Mas não quero entrar neste mérito porque é uma conversa muito pesada”.

PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Sexta

Céu nublado com aguaceiros e tempestades
31ºC máx
21ºC min

Durante a primeira metade do dia Céu encoberto com tendência na segunda metade do dia para Períodos nublados com aguaceiros e tempestades

COMPRA

R$ 4,96

VENDA

R$ 4,96

MÁXIMO

R$ 4,96

MÍNIMO

R$ 4,96

COMPRA

R$ 4,83

VENDA

R$ 5,12

MÁXIMO

R$ 4,98

MÍNIMO

R$ 4,93

COMPRA

R$ 5,37

VENDA

R$ 5,38

MÁXIMO

R$ 5,38

MÍNIMO

R$ 5,36

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo