Ações do ‘Cras Betinha’ são tema de aula em universidade estadual

Antiella, coordenadora do Cras Betinha, durante aula na Unesp de Bauru

A coordenadora do Cras — Centro de Referência da Assistência Social — “Betinha”, de Santa Cruz do Rio Pardo, Antiela Carrijo Ramos, ministrou uma aula neste sábado, 25, no campus da Unesp de Bauru. A convite de Juliana Campregher Pasqualini, professora do departamento de psicologia da instituição, Antiela falou sobre a atuação do psicólogo no sistema único da assistência social a partir do relato do trabalho desenvolvido no Cras Betinha.
Para Antiela, o sucesso das ações do Cras, que o tornaram referência, se deve aos pilares de atuação da equipe, baseados no fortalecimento dos vínculos com a comunidade, na valorização da arte, cultura e educação como ferramentas de assistência social e no estimulo ao protagonismo da população atendida. “Existe um salto qualitativo nas ações, porque isso rompe com as práticas assistencialistas e promove uma reflexão crítica sobre a realidade do território”, afirmou.

  • Publicado na edição de 26/05/2019
Sobre Sergio Fleury 5814 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate