Professora do Centro Social é a terceira melhor do Estado de São Paulo

CONCURSO — Elessandra, eleita pelo Anglo a terceira melhor professora de ensino infantil do Estado

Elessandra Ferrari Gazola participou de concurso
do Sistema 
Anglo e foi homenageada pela entidade

André H. Fleury
Da Reportagem Local

O Centro Social São José homenageou, na quinta-feira, 29, a professora Elessandra Ferrari Gazola, eleita a terceira melhor do Estado de São Paulo num concurso do Sistema Anglo de Ensino que avaliou 11 municípios da região de Bauru. Elessandra dá aulas no ensino infantil da instituição há vários anos. “É motivo de orgulho, pois ela é praticamente nossa”, diz Eliana Cristina Mioto, monitora de adolescentes da instituição ‘Frei Chico’.
Para conquistar a posição, Elessandra juntou duas turmas do Centro Social. O trabalho consistiu com os pequenos do ensino infantil, contando aquilo que haviam aprendido aos mais velhos.
O maior desafio foram os adolescentes tendo de pôr em prática aquilo que ouviram das crianças. O tema da ocasião era a produção de tintas de urucum, uma planta historicamente usada para tingir objetos e, dentro do projeto da professora, produzir arte. “Foi mágico. Um momento de paz”, lembrou Elessandra. A professora diz que, geralmente, adolescentes são conhecidos por não terem paciência. “Mas, naquele momento, tudo ocorreu muito bem. Eles ouviram, não houve conflito algum”, disse ela.
Segundo a professora, situações como essa demonstram carências do mundo atual. “Hoje, faltam momentos em que podemos mostrar aquilo que sabemos. E isso é essencial para a construção de um mundo melhor”, contou.

ARTE — Elessandra (à direita), ao lado da monitora Eliana Cristina

O projeto de Elessandra foi tão bem elaborado que ela foi eleita a terceira melhor professora do Estado. Pela conquista, o Centro Social São José decidiu homenageá-la. Porém, tudo foi uma surpresa. Ela ajudou a montar sua própria cerimônia, imaginando que seria a abertura.
“A Eliane [monitora] me perguntou se eu não queria divulgar as criações que os alunos fizeram. Deu a ideia de montar a exposição ‘Pequenos Artistas’. De pronto, eu aceitei, sem imaginar o que aconteceria”, disse Elessandra.
No dia seguinte, ao chegar para o trabalho, a professora se deparou com uma celebração feita especialmente para ela. “Fiquei muito feliz”, declarou.
A exposição “Pequenos Artistas” estará aberta ao público a partir de amanhã, 2, e conta com trabalhos feitos pelos próprios alunos. Entre xilogravuras e pinturas, Elessandra se emociona e lembra de cada momento, apesar de poucas palavras expressarem seu orgulho.
“O segredo está em acreditar. São crianças capazes de muita coisa. Basta proporcionar as oportunidades”, afirmou.

  • Publicado na edição impressa de 1º/09/2019
Sobre Sergio Fleury 4589 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate