‘Super-herói’ de Santa Cruz visitou o Hospital Amaral Carvalho

Foi a primeira vez que Marcos Ramos visitou o Amaral Carvalho; experiência emocionou o ‘super-herói”

Para Marcos Ramos, experiência em
um ambiente de luta pela vida é única

ALEGRIA — Marcos Roberto ao lado de criança no Amaral Carvalho

Eduarda Schuh
Da Reportagem Local

No último dia 12, o “super-herói” de Santa Cruz do Rio Pardo, Marcos Roberto Ramos Pereira, 48, realizou um de seus grandes desejos e visitou  Hospital do Câncer Amaral Carvalho, em Jaú.

Marcos é o gerente da Sabesp de Santa Cruz e, fantasiado de super-herói, leva alegria a hospitais, asilos e escolas há algum tempo.

Sua história já foi contada pelo DEBATE em outubro. Na ocasião, o ‘super-herói de verdade’ disse que já havia visitado hospitais, mas nunca o “Amaral Carvalho” de Jaú, pois até o momento não obtivera autorização.

“Fiquei quase um ano tentando, mandei e-mail, fotos de outras experiências e relatórios. Mas existe uma burocracia para a aprovação das visitas — e tem que ser assim mesmo. No início de dezembro, chegou um convite para a festa de Natal da pediatria e eu fui”, conta Marcos.

Segundo ele, a experiência é ímpar e emocionante ao extremo. “A realidade de um hospital do câncer é totalmente diferente da visita a uma escola ou Apae. É um ambiente de luta para se manter vivo”, explicou.

O ‘Capitão América’ santa-cruzense ainda teve um acréscimo em sua experiência. No dia 12, a expectativa era que apenas a festa da pediatria estivesse na agenda. Mas depois da comemoração com as crianças, recebeu a proposta de visitar a ala dos adultos internados no hospital. Aceitou na hora. “Foi também um momento especial com o Capitão América. Eles ficaram alegres, e eu mais ainda”, disse Marcos Ramos.

O Hospital Amaral Carvalho frequentemente promove festividades para os internados. A maioria dos pacientes fica meses morando no hospital. Assim, as festas têm o objetivo de mantê-los alegres durante o tratamento.

Segundo Marcos, a alegria continua no hospital. “O que mais me emocionou é o fato de que ninguém chega desanimado. É um ambiente surpreendente. Nos faz refletir sobre a vida”, afirma. A visita foi tema de uma reportagem da TV Record. 

  • Publicado na edição impressa de 22/12/2019
Sobre Sergio Fleury 5969 Artigos
Proprietário e Editor do Jornal Debate