CULTURA

Deputado Capitão Augusto aumentou aluguel em 300% após tomar posse

Deputado Capitão Augusto aumentou aluguel em 300% após tomar posse

Publicado em: 29 de novembro de 2015 às 17:33

Capitão avaliou aluguel em R$ 1,5 mil, mas passou a

cobrar R$ 6 mil da Câmara Federal 120 dias depois


Capitão Rosa e o dono do prédio "valorizado" em poucos meses (abaixado, assinando papel)



Sérgio Fleury Moraes

Da Reportagem Local

“Vai lá no meu escritório para ver o tamanho daquilo”. A frase é do deputado federal Capitão Augusto Rosa (PR), ao justificar o valor de R$ 6 mil de aluguel de um imóvel em Ourinhos, onde funciona seu escritório político, pago com dinheiro do contribuinte através da Câmara Federal. A frase foi proferida na rádio Band FM, durante entrevista em que o deputado atacou o DEBATE e seu diretor, na última quinta-feira, 25, chamando o jornal de “sensacionalista” e “jornaleco”. Segundo Rosa, o DEBATE “quer vender jornal às minhas custas”, ao comentar recentes reportagens que mostram abusos nos gastos dele pagos pela Câmara dos Deputados.

O capitão Augusto Rosa, porém, não explicou como o aluguel do imóvel onde funciona há anos seu escritório político passou a valer R$ 6 mil apenas quatro meses depois de ser avaliado em R$ 1,5 mil. Aliás, quem fez esta estimativa foi o próprio deputado, na época em que era candidato ao cargo, em outubro do ano passado.

O preço do aluguel está muito acima do estimado pelo mercado imobiliário de Ourinhos, segundo consultas feitas pelo jornal. O prédio pertence ao ex-vereador Winston Khatchik Edirnelian e fica na rua Expedicionários.

Na entrevista ao radialista Cristiano Neves, da rádio Band FM, o deputado se limitou a dizer que o valor do aluguel pago pelo contribuinte está correto. “Vai lá no meu escritório para ver o tamanho daquilo lá, que é justamente para estar recebendo todos os prefeitos”, disse. “Sou honesto”, insistiu.



300% a mais...

O deputado não apresentou uma avaliação oficial do prédio, que ocupa parcialmente — apenas no andar superior do sobrado funciona seu escritório político. Desde o dia 1º de fevereiro deste ano, a Câmara dos Deputados paga o aluguel do prédio, segundo recibo apresentado mensalmente pelo parlamentar.

Porém, quatro meses antes o mesmo imóvel tinha o aluguel estimado em R$ 1,5 mil, conforme avaliação feita pelo próprio Augusto Rosa, quando era candidato a deputado federal. Ele foi majorado em 300% quando a Câmara Federal começar a pagar o aluguel com dinheiro público.

A estimativa está nos arquivos do Tribunal Superior Eleitoral, nos documentos de prestação de contas da campanha do deputado Augusto Rosa. O dono do prédio, Winston Edirnelian, aparece na relação como doador do espaço onde funcionou o comitê eleitoral de Rosa. O período informado à Justiça Eleitoral foi de 18 de agosto até 4 de outubro, véspera da eleição.

O prédio fica na área de uma oficina mecânica



Reunião no prédio; o da direita é o filho de Winston Edmerlian, dono do prédio



O valor estimado da cessão do imóvel foi informado como sendo R$ 2,5 mil, o que significa R$ 1.562,49 por mês, muito inferior àquele que, quatro meses depois, passou a ser bancado com recursos da Câmara dos Deputados. Pela legislação, o candidato deve estimar preço de mercado.

O dono do prédio aparece mais duas vezes na relação de doadores da campanha do deputado Augusto Rosa. Ele também cedeu os móveis do escritório, avaliando o serviço em R$ 300. Por último, Winston ainda emprestou um Chevrolet Vectra para a campanha do amigo, no período de 25 de agosto a 4 de outubro, declarando um valor de R$ 1,5 mil. O total doado pelo empresário à campanha de Capitão Augusto Rosa, segundo documentos oficiais da Justiça Eleitoral, foi de R$ 4,3 mil.

Eleito, quatro meses depois o já deputado Capitão Rosa passou a cobrar da Câmara Federal o valor do aluguel do antigo comitê eleitoral, onde passou a funcionar seu escritório político, na mesma rua Expedicionários. Entretanto, o preço saltou de R$ 1,5 mil para R$ 6 mil, uma extraordinária valorização de 300%. Neste espaço de tempo não houve qualquer obra nos arredores do prédio que justificasse um aumento tão expressivo.




O deputado federal disse que iria processar o jornal, mas não explicou o motivo do superfaturamento do preço do aluguel em poucos meses



Capitão Rosa garante que

Maluf tem prédio próprio

Ao tentar esconder o fato de multiplicar por quatro o aluguel de um prédio em Ourinhos, quando este valor passou a ser bancado pela Câmara Federal, o deputado Capitão Augusto Rosa (PR) insinuou que o DEBATE teria feito comparações indevidas. O jornal publicou, como exemplo, que o deputado Paulo Maluf (PP) recebe da Câmara um valor idêntico pelo aluguel de um imóvel na avenida Brigadeiro Faria Lima, uma das mais valorizadas de São Paulo, onde funciona seu escritório político.

Para Capitão Augusto, porém, aquele imóvel na capital paulista pertence ao próprio Maluf. A declaração soa como denúncia, já que um parlamentar não pode cobrar aluguel de um imóvel do qual é proprietário.

A frase do capitão foi proferida na entrevista concedida à rádio Band FM na semana passada. Irritado com reportagens do DEBATE, ele atacou o diretor do jornal, Sérgio Fleury Moraes, que, segundo o deputado, viveria “às custas de políticos” de Santa Cruz do Rio Pardo. “Ele quer comparar a manutenção de um escritório do Maluf, que é prédio próprio dele, com o aluguel meu”, disse.

Maluf paga o mesmo valor, mas por um prédio valorizado no centro de São Paulo



A reportagem não conseguiu encontrar o deputado Paulo Maluf (PP) para comentar a declaração. No entanto, o site da Câmara dos Deputados traz informação diferente daquela que Rosa afirmou na entrevista. De acordo com a prestação das contas do deputado Maluf, o imóvel na avenida Brigadeiro Faria Lima é alugado de Marius Oswald Arantes Rathsam, empresário residente do Largo do Paissandu. Paulo Maluf paga R$ 6 mil pelo aluguel do conjunto 83 do 8º andar do prédio na avenida Faria Lima.

O DEBATE encaminhou mensagem ao deputado Capitão Augusto Rosa na semana passada, pedindo explicações sobre o valor do aluguel em Ourinhos e sobre suas declarações à rádio Band. Ele não respondeu.



  • Publicado na edição de 29 de novembro de 2015


PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Sábado

Céu nublado com aguaceiros e tempestades
27ºC máx
19ºC min

Durante a primeira metade do dia Períodos nublados com aguaceiros e tempestades com tendência na segunda metade do dia para Céu encoberto com chuva moderada

COMPRA

R$ 5,59

VENDA

R$ 5,59

MÁXIMO

R$ 5,68

MÍNIMO

R$ 5,57

COMPRA

R$ 5,55

VENDA

R$ 5,89

MÁXIMO

R$ 5,82

MÍNIMO

R$ 5,72

COMPRA

R$ 6,69

VENDA

R$ 6,70

MÁXIMO

R$ 6,80

MÍNIMO

R$ 6,67

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo