CULTURA

Doceria mais antiga de Santa Cruz assusta clientes com as portas fechadas

Doceria mais antiga de Santa Cruz assusta clientes com as portas fechadas

Quinta, 01 de outubro de 2020

Tradicional estabelecimento vai mudar de local a partir de outubro

Sérgio Fleury Moraes

Da Reportagem Local

Nas últimas semanas, santa-cruzenses se preocuparam com as portas fechadas da “Doceria Santana”, a mais tradicional e antiga de Santa Cruz do Rio Pardo. Afinal, o que aconteceria com as famosas “bombas” de creme ou o premiado bolo de amendoim? A resposta tranquilizadora vem do proprietário, o advogado Fábio Teixeira, filho do saudoso confeiteiro Alberico, que fez história em Santa Cruz e morreu em junho de 2017. O estabelecimento está se preparando para se mudar para outro local e ainda vai “adocicar” a vida de muitas pessoas.

A doceria fechou as portas para o público no dia 12 deste mês, mas ainda está atendendo algumas encomendas no mesmo local. De acordo com Fábio Teixeira, a pandemia atrapalhou todo o planejamento da empresa, que já pensava num novo local desde fevereiro. A necessidade de distanciamento entre as pessoas inviabilizou o atendimento ao público, pois o espaço é pequeno.

A sede da tradicional Doceria Santana em Santa Cruz do Rio Pardo



No início de outubro, a “Doceria Santana” já deverá estar atendendo na rua Quintino Bocaiúva, a poucos metros do calçadão da Conselheiro Dantas. “A mudança já estava prevista e pensamos num prédio próprio. Porém, a localização não era central e ainda precisaríamos fazer várias adaptações no imóvel. Com a pandemia, mudamos os planos e resolvemos permanecer no centro, mesmo em prédio alugado”, disse Fábio Teixeira.

Os doces do estabelecimento são feitos de forma artesanal, segundo Fábio “para realçar o sabor”. O advogado lembra que ele manteve a tradição da família, talvez como uma homenagem ao pai. “Tenho certeza de que ele não gostaria de ver um dia a doceria fechada. Foi a vida dele e é como honrá-lo, pois meu pai foi uma pessoa muito especial para todos que o conheceram. Sinto isto pelo carinho que sempre recebemos em nome dele”, afirmou.

O saudoso Alberico Teixeira criou doces que se tornaram lendas em toda a região



De fato, Alberico Teixeira foi uma lenda da confeitaria em Santa Cruz do Rio Pardo. A “Doceria Santana” já existia, comandada por Elpídio Toledo, que era devoto de Santa Ana e provavelmente batizou o estabelecimento. Mais tarde, vendeu o local para Lídio de Britto, que por sua vez o repassou a Alberico em 1981.

O saudoso confeiteiro já era dono da “Fábrica de Doces Santa Cruz”, que ficava na esquina da avenida Tiradentes com a rua Rangel Pestana. Na verdade, ele fazia confeitos e bolos sob encomendas, mas se consagrou na “Doceria Santana”, que passou a atender diretamente o público. E lá se foram 39 anos.

Antes, Alberico fez os bolos de casamentos memoráveis, como os de Fernando e “Chicão” Quagliato e José Eduardo Catalano. Eram, na verdade, verdadeiras invenções, com mecanismos para jorrar pétalas, ou verdadeiras obras de arte. “Einstein já dizia que conhecimento é imprescindível em qualquer área”, dizia, lembrando que aprendeu muita coisa olhando fotos de revistas numa época em que a internet ainda era um sonho.

Em sua trajetória, Alberico fazia doces cujas receitas eram segredo de família. O histórico bolo de amendoim, por exemplo, ele aprendeu com uma tia de Bernardino de Campos. E, claro, aprimorou. O mesmo aconteceu com a “bomba” de creme, um doce que era conhecido no Brasil. Mas, pelas mãos de Alberico, tornou-se uma lenda conhecida por várias gerações.

O velho confeiteiro responsável pela fama da “Doceria Santana” se aposentou e transferiu a empresa para o comando do filho Fábio. Passou seus últimos anos lendo livros e “saboreando” discos antigos, já que a mulher, Benedita, o proibiu de comer doces por recomendação médica.

Alberico morreu em 2017, aos 90 anos. O legado da confeitaria, porém, ainda vai continuar, num espaço ainda melhor para o atendimento ao público. 



  • Publicado na edição impressa de 27 de setembro de 2020


SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Sexta

Períodos nublados com aguaceiros e tempestades
30ºC máx
19ºC min

Durante a primeira metade do dia Céu encoberto com tendência na segunda metade do dia para Céu encoberto com chuva moderada

COMPRA

R$ 5,60

VENDA

R$ 5,60

MÁXIMO

R$ 5,61

MÍNIMO

R$ 5,49

COMPRA

R$ 5,56

VENDA

R$ 5,89

MÁXIMO

R$ 5,74

MÍNIMO

R$ 5,64

COMPRA

R$ 6,76

VENDA

R$ 6,76

MÁXIMO

R$ 6,77

MÍNIMO

R$ 6,65
voltar ao topo

Voltar ao topo