REGIONAL

Em Ipaussu, vereador cria programa para emprestar aparelhos de saúde

Cadeiras de roda, muletas, bengalas e outros produtos são oferecidos no ‘Projeto Empresta’ de forma gratuita

Em Ipaussu, vereador cria programa para emprestar aparelhos de saúde

Tiririca na sede do “Projeto Empresta”: aparelhos para carentes

Publicado em: 23 de julho de 2022 às 04:46
Atualizado em: 23 de julho de 2022 às 06:36

Sérgio Fleury Moraes

Roberto Guidio Tiririca Perez já foi provedor da Santa Casa de Misericórdia de Ipaussu e secretário de Saúde do município durante três administrações. Portanto, sabe da extrema necessidade que muitas famílias têm de conseguir um equipamento auxiliar para locomoção de um paciente, geralmente após uma cirurgia, fratura ou mesmo no caso de idosos. “São pessoas pobres que não têm condições de adquirir ou alugar um equipamento, que na maioria das vezes são por períodos curtos”, explicou.

Tiririca reassumiu o mandato de vereador na Câmara de Ipaussu em março deste ano, após a renúncia de Everton Sanches. O sonho de disponibilizar aparelhos para famílias pobres não é de agora, mas Roberto teve uma grande surpresa quando comentou a ideia a um parente que possui boa condição financeira. “Vou te ajudar”, disse o parente.

De repente, chegaram a Ipaussu várias cadeiras de rodas, muletas, bengalas, coletes e até inaladores e outros equipamentos. Radiante, Tiririca imediatamente conseguiu alugar uma pequena sala e colocou o projeto em funcionamento. Existe até uma secretária que dá expediente no local e controla os empréstimos numa ficha cadastral.

Tudo é de graça. Cristão, Roberto Tiririca diz que o projeto é também uma forma de retribuir à população o apoio que sempre obteve. Claro que ele não fala apenas da política, mas os nove mandatos como vereador, somado ao fato de ter sido vice-prefeito, são indicativos claros do carinho que Tiririca recebe em Ipaussu.

Afinal, ainda neste ano Roberto vai completar meio século de vida pública, um recorde na cidade. E, por sinal, sem qualquer mancha em sua trajetória. Até hoje ele guarda com carinho o primeiro diploma eleitoral da comarca de Santa Cruz do Rio Pardo, assinado pelo saudoso juiz Eduardo Paranhos Velho em 1972, certificando sua eleição para vereador em Ipaussu pela Arena — o único partido que existia na cidade na época.

 

Na sede do projeto, Tiririca mostra a ficha simples para retirada de equpamentos e um dos modelos de colete

 

A ideia de montar o projeto sempre alimentou a mente do vereador, que conhece de perto os dramas das famílias pobres de Ipaussu, mas esbarrava na falta de condições financeiras. Afinal, os equipamentos geralmente custam um bom dinheiro.

No início do ano, ele foi procurado pelo filho mais velho de uma mulher pobre que havia quebrado o pé. Roberto Tiririca foi visitá-la e encontrou a mulher se arrastando pelo chão, com pinos no pé, ao mesmo tempo em que cuidava da casa e dos filhos pequenos. “Ela não podia apoiar o pé no chão e aquela cena me comoveu”, disse.

Incomodado com aquela situação, Tiririca saiu rapidamente em busca de uma cadeira de rodas e, de novo, percebeu a grande dificuldade em conseguir o equipamento. “Elas existem, por exemplo, em hospitais e postos de saúde, mas são exclusivas para uso de pacientes no local”, contou. “Quem tem, alguém da família usa”.

Deu trabalho, mas o vereador conseguiu uma cadeira para a mulher. É por pouco tempo, até ela se recuperar e tirar os pinos, mas este drama é comum principalmente em famílias da periferia de Ipaussu.

Foi aí que Roberto comentou o episódio com a filha e o genro — que é empresário na capital e possui boas condições financeiras. O vereador não esperava que o genro se emocionasse com a história e resolvesse financiar o início do projeto. “Estou com você nesta”, disse o genro, para espanto de Tiririca. Em poucos dias, chegaram vários equipamentos que já estão no “Projeto Empresta” à disposição de famílias pobres.

Feliz, Tiririca não se importa em colocar dinheiro do bolso para o andamento do projeto, depois da doação principal do genro. Roberto paga o aluguel e outras despesas e diz que vai começar a aceitar doações. “Mas não quero dinheiro. Quem quiser doar um equipamento que não esteja usando, eu aceito com muita gratidão para aumentar o estoque do projeto”, disse.

O vereador alerta que, ao menos por enquanto, só pretende atender famílias de Ipaussu. “Não tenho condições de auxiliar pessoas de outras cidades. Só mesmo se o projeto crescer”, explicou.

O sistema de empréstimo é o mais simples possível. O parente de algum paciente em recuperação vai até o “Projeto Empresta”, faz o cadastro e avalia os dias em que vai necessitar do equipamento. Não é necessário sequer documentos, pois em Ipaussu todos se conhecem.

Se o prazo precisar ser estendido, não há problema algum: “É só anotar a prorrogação de prazo no cadastro. Pode ser por 30, 60 dias ou pelo tempo que a família precisar”, disse. E um detalhe importante: geralmente o vereador usa o próprio carro para levar o equipamento até a residência do paciente.

 

Cadeiras de rodas é um dos ítens mais procurados, mas a bengala ou muleta são as campeãs de empréstimos

 

A cadeira de rodas, que tem muita saída no projeto, é apenas um dos equipamentos à disposição do público. A “Empresta” possui também cadeiras de banho, colchão hospitalar, colete putti alto, tipoia para braços, andadores, bota imobilizadora, inaladores (portáteis e comuns) e outros utensílios para tratamento temporário.

A bengala e a muleta, por exemplo, são dois itens “campeões” de empréstimos, segundo Tiririca. No “Projeto Empresta”, há bengalas de todos os tipos e tamanhos, a maioria com tamanho flexível. No caso das muletas, há desde a comum até modelos com quatro suportes na base, chamada de “bastão”. Segundo Tiririca, esta muleta dá muita segurança quando utilizada por idosos.

O projeto também está disponibilizando fraldas para adultos, que, segundo o vereador, não é um produto facilmente encontrado no comércio. “Existem nos postos de saúde, mas muitas vezes estão em falta. Então, resolvemos também oferecer no projeto às famílias carentes”, afirmou.

Embora implantado há pouco mais de um mês e com o próprio fundador bancando as despesas, Tiririca diz que já se sente muito recompensado. “Eu estou recebendo centenas de ‘Deus lhe pague’. Não tem pagamento melhor”, afirmou.

O “Projeto Empresta”, que atende exclusivamente pacientes carentes de Ipaussu, fica na rua Joaquim da Luz, 165. O telefone para contato — para empréstimos ou doações de equipamentos usados — é (14) 99783-7033.  

PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Segunda

Céu limpo
29ºC máx
16ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,07

VENDA

R$ 5,07

MÁXIMO

R$ 5,07

MÍNIMO

R$ 5,07

COMPRA

R$ 4,94

VENDA

R$ 5,25

MÁXIMO

R$ 5,19

MÍNIMO

R$ 5,09

COMPRA

R$ 5,19

VENDA

R$ 5,19

MÁXIMO

R$ 5,21

MÍNIMO

R$ 5,19

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo