REGIONAL

Novo Samu com regulação em Santa Cruz tem planos para expandir bases

Novo sistema, agora com regulação em Santa Cruz do Rio Pardo, foi apresentado em entrevista coletiva da Ummes na última quinta-feira

Novo Samu com regulação em Santa Cruz tem planos para expandir bases

Marco Aurélio Pinheiro, novo presidente da Ummes, comandou a entrevista coletiva na semana passada

Publicado em: 07 de janeiro de 2024 às 17:28

Uma entrevista coletiva com a presença de prefeitos, secretários de Saúde e técnicos do Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - marcou o início da regulação regional do sistema em Santa Cruz do Rio Pardo. O presidente da Ummes, Marco Aurélio Pinheiro – prefeito de São Pedro do Turvo – apresentou o funcionamento da regulação regional na sede do consórcio de municípios e anunciou planos para aumentar o número de bases para outros municípios.

A regulação médica funciona numa das salas da Ummes – União dos Municípios da Média Sorocabana -, no edifício “Abelardo Pinheiro Guimarães”, em Santa Cruz do Rio Pardo. Uma equipe de atendentes e um médico recebem as chamadas dos 10 municípios que representam o novo rateio do Samu em toda a região e determinam qual o tipo de atendimento necessário, inclusive o tipo de ambulância adequada para a ocorrência.

 

A equipe da nova regulação da Ummes foi anunciada à imprensa durante evento promovido pelo consórcio de municípios

 

Antes, este serviço era centralizado em Ourinhos, mas o prefeito Lucas Pocay (PSD) provocou uma enorme crise regional quando tentou, no final de setembro do ano passado, expropriar toda a estrutura do Samu Regional. A ocupação à força, inclusive com apoio da Guarda Municipal fortemente armada, durou três dias e foi suspensa pela Justiça.

Pocay, então, anunciou que deixaria o rateio do Samu e Ourinhos criaria um sistema próprio a partir deste ano. Lucas Pocay obteve somente a adesão de Salto Grande, município cujo prefeito é irmão do deputado federal Capitão Augusto (PL), antigo desafeto e hoje aliado do chefe do Executivo ourinhense. Ourinhos continua como município consorciado da Ummes, mas não faz mais parte do Samu regional.

A entidade de municípios, então, aprovou a transferência da regulação do sistema para Santa Cruz do Rio Pardo. Para isto, foi imprescindível o apoio do prefeito Diego Singolani (PSD), já que, na prática, a nova regulação do Samu será feita pela própria prefeitura da cidade em parceria com a Ummes.

 

Os novos coordenadores do Samu Regional da Ummes, durante coletiva com o presidente Marquinhos e o prefeito de Santa Cruz Diego Singolani

 

Marco Aurélio Pinheiro destacou o trabalho de seu antecessor na Ummes, o prefeito de Ipaussu Sergio Guidio, que por motivo de viagem não esteve presente à coletiva. “O Serginho iniciou todo este trabalho de transformação e passou pelo período de maior estresse após aquele incidente em Ourinhos. Quero registrar nosso respeito e gratidão pelo empenho dele”, afirmou.

Além de Santa Cruz do Rio Pardo, todos os atendimentos dos municípios de Espírito Santo do Turvo, São Pedro do Turvo, Ribeirão do Sul, Bernardino de Campos, Óleo, Timburi, Ipaussu, Chavantes e Canitar são direcionados para a nova central de regulação. Houve, inclusive, um direcionamento técnico da operadora para que as ligações destes municípios sejam encaminhadas para a nova central de regulação.

Oficialmente, o sistema foi anunciado à imprensa e representantes dos municípios na tarde de quinta-feira, 4, numa entrevista coletiva comandada pelo presidente da Ummes, Marco Aurélio Pinheiro, o “Marquinhos”. Ele destacou a “coragem” de Diego Singolani e de todos os prefeitos consorciados para o que chamou de “uma nova página na história do Samu”.

“É um novo momento, uma virada de chave. O Samu não pode ser tratado com viés político e, se nós conseguimos manter esta base, é porque temos prefeitos com ‘p’ maiúsculo neste bloco”, afirmou. “Nós estamos saindo desta problemática ainda mais fortalecidos”, declarou.

Marquinhos anunciou a nova equipe do sistema de regulação, cuja coordenadora geral é Karla Albieri Guerreiro. A coordenadora de enfermagem é Fabiana Simão e o coordenador médico, Márcio Guerreiro.

Aliás, o médico Márcio Guerreiro disse que um dos desafios do novo sistema é reduzir o tempo de resposta nos atendimentos. Segundo ele, houve troca de equipamentos e há novas tecnologias nas viaturas, inclusive novo sistema GPS para uma melhor localização rural. “Nós temos uma densidade populacional pequena numa grande extensão territorial, mas a regulação em Santa Cruz vai melhorar a rapidez nos atendimentos”, explicou Guerreiro.

A coordenadora geral Karla Albieri disse que as novas bases na região também vão significar a redução de tempo nos atendimentos. “Quanto mais bases e ambulâncias nós tivermos, este tempo será menor”, disse.

O prefeito Diego Singolani explicou que Santa Cruz do Rio Pardo passou a ser protagonista do novo Samu Regional com o apoio de todos os municípios do rateio. “Durante anos, nosso consórcio teve muita dificuldade para administrar o Samu, várias vezes ameaçado. Mas a Ummes nunca abandonou este serviço e agora demonstramos toda esta competência em benefício da população”, disse.

 

O prefeito Diego Singolani, após a entrevista coletiva, fala com jornalistas da rádio 104 FM

 

“O mais importante é garantir à população um serviço de qualidade. A técnica, a experiência e a qualidade estão com a Ummes. O que houve em termos de discussão ficou no passado”, disse o prefeito de Santa Cruz do Rio Pardo.

Diego anunciou que o distrito de Caporanga vai ganhar uma sub-base. O fato foi destacado pelo presidente Marquinhos como um “importante apoio ao município de Espírito Santo do Turvo”, que fica próximo a Caporanga.

Outra base já está sendo instalada no município de Canitar, que deve ser credenciada pelo Ministério da Saúde. Porém, Marco Aurélio Pinheiro anunciou que há planos para novas bases em Óleo, Chavantes e Ribeirão do Sul.

Segundo o presidente da Ummes, neste instante haverá a necessidade de investimentos, mas em breve haverá aumento de repasses do Ministério da Saúde com o credenciamento das novas bases. Ele comparou o momento a uma decolagem de um avião, quando se gasta muito combustível antes da aeronave se estabilizar para uma trajetória de cruzeiro.

No final da entrevista coletiva, a imprensa foi convidada para conhecer a nova sala de regulação do Samu Regional. Um padre realizou a bênção das instalações.

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Segunda

Céu limpo
28ºC máx
13ºC min

Durante todo o dia Céu limpo

COMPRA

R$ 5,57

VENDA

R$ 5,57

MÁXIMO

R$ 5,61

MÍNIMO

R$ 5,54

COMPRA

R$ 5,43

VENDA

R$ 5,75

MÁXIMO

R$ 5,63

MÍNIMO

R$ 5,57

COMPRA

R$ 6,06

VENDA

R$ 6,07

MÁXIMO

R$ 6,11

MÍNIMO

R$ 6,03
voltar ao topo

Voltar ao topo