CULTURA

Connally, que sobreviveu aos tiros no atentado contra Kennedy, assinou título de cidadão a professor de Santa Cruz

Governador do Texas em 1963, ele sobreviveu ao atentado que matou John Kennedy e homenageou Celso Fleury em 1968

Connally, que sobreviveu aos tiros no atentado contra Kennedy, assinou título de cidadão a professor de Santa Cruz

Em novembro de 1963, portanto há 60 anos, John Kennedy desfila numa limusine pelas ruas de Dallas, no Texas, minutos antes de ser mortalmente atingido por um tiro. No banco da frente, também olhando para a direita, está o governador John Connally, que foi baleado e sobreviveu ao atentado

Publicado em: 17 de novembro de 2023 às 22:29
Atualizado em: 17 de novembro de 2023 às 22:37

Governador do Texas em 1963, John Connally estava no banco dianteiro da limusine que desfilava pelas ruas de Dallas com o presidente John Kennedy e sua mulher Jacqueline. O casal estava no banco traseiro naquela tarde de 22 de novembro, quando os tiros começaram. O presidente foi ferido mortalmente, mas Connally também ficou gravemente ferido. Foi submetido a duas operações de emergência e sobreviveu.

O governador cumpriu seu mandato até 1969, uma vez que seria reeleito. Em 1968, curiosamente o nome de John Connally esteve ligado a Santa Cruz do Rio Pardo. Ele condecorou um professor brasileiro com o título de “Cidadão do Texas”, inclusive assinando o documento.

O professor era Celso Fleury Moraes, titular de Inglês da escola “Leônidas do Amaral Vieira”. Fleury ganhou uma bolsa de estudos e fez cursos de aprimoramento nos Estados Unidos, onde permaneceu durante quase um ano. Neste período, ele escreveu uma série de artigos para o jornal “A Folha” de Santa Cruz do Rio Pardo, sob o título “Um Caipira nos Estados Unidos”.

 

O professor Celso Fleury, condecorado como “Cidadão do Texas”

 

Professor diferenciado, Celso Fleury se destacou nas artes, educação e cultura de Santa Cruz do Rio Pardo. Foi um dos criadores da “Proarte” e fundou o Teatro Amador do Centenário (TAC) nos anos 1970, um grupo que apresentou várias produções teatrais na cidade e região, além de municípios do Paraná.

Formado pela USP de São Paulo, Celso Fleury combateu a ditadura militar e escreveu durante 42 anos no DEBATE, jornal fundado por um de seus filhos. Ele morreu em 2019, aos 89 anos, e seu foi dada à “Fundação Educacional Celso Fleury Moraes”, instituição de ensino superior que está em processo de formação pelo município.

Governador que assinou a honraria para Celso Fleury, John Connally se recuperou do atentado e terminou seu mandato em 1969.

 

Connally assinou o título de “Cidadão do Texas” para Celso Fleury

 

Na verdade, Connally foi eleito governador na onda provocada pela chamada “Crise dos Mísseis” em outubro de 1962, quando os americanos descobriram a instalação de mísseis soviéticos em Cuba. O presidente John Kennedy exigiu a retirada dos mísseis e a Rússia insistia em manter as instalações bélicas e aumentar o número destas armas em território cubano. A tensão se estendeu por 13 dias e, nesse período, o mundo temeu por um uma guerra atômica. E na verdade nunca o mundo esteve tão perto de se autodestruir como naqueles 13 dias de outubro de 1962.

Os russos, afinal, retiraram os mísseis de Cuba e os EUA se comprometeram a não tentar mais atacar a ilha caribenha, como ocorreu com a fracassada invasão da “Baía dos Porcos” por forças paramilitares apoiadas pelo governo americano. A distensão após a crise levou a uma estrondosa vitória dos Democratas nas eleições de 6 novembro de 1962, elegendo Connally no Texas e uma maioria democrata na Câmara e no Senado, derrotando Richard Nixon para governador da Califórnia. Nixon, duas vezes vice-presidente, havia sido derrotado por pequena margem no voto popular por John Kennedy em 1960 e agora os Republicanos perdiam a Câmara e o Senado e uma eleição dada como ganha na Califórnia.

A derrota para Pat Brown por mais de 300 mil votos levou a imprensa a dar como acabada a carreira de Nixon. Estava enganada, pois ele daria a volta põe cima e seria eleito presidente em novembro de 1968, reeleito em 1972, e ainda cruzaria com John Connally.

Em 1968, uma surpresa. Connally deixou o Partido Democrata e filiou-se ao partido Republicano. Em 1970, o presidente Richard Nixon o nomeou como secretário do Tesouro Nacional. Em 1971, Nixon acaba com a paridade dólar-ouro e proclama: “Agora somos todos keynesianos”. Connally ficou no cargo até 1973. Em 1980, perdeu a eleição presidencial para Ronald Reagan. Morreu em 1993, aos 76 anos.

 

Leia mais:

O dia que durou 60 anos

PUBLICIDADE

SANTA CRUZ DO RIO PARDO

Previsão do tempo para: Sexta

Céu nublado com aguaceiros e tempestades
30ºC máx
21ºC min

Durante a primeira metade do dia Períodos nublados com aguaceiros e tempestades com tendência na segunda metade do dia para Céu encoberto

COMPRA

R$ 4,96

VENDA

R$ 4,96

MÁXIMO

R$ 4,96

MÍNIMO

R$ 4,96

COMPRA

R$ 4,83

VENDA

R$ 5,12

MÁXIMO

R$ 4,98

MÍNIMO

R$ 4,93

COMPRA

R$ 5,37

VENDA

R$ 5,38

MÁXIMO

R$ 5,38

MÍNIMO

R$ 5,36

PUBLICIDADE

voltar ao topo

Voltar ao topo